Gestão de Pessoas: Dicas para aumentar o envolvimento da sua equipe de trabalho.

Se comparamos uma empresa a um ser humano, a área de Gestão de Pessoas seria o coração da organização.

Responsável por bombear sangue oxigenado, o coração é um órgão vital para sobrevivência de todas as partes do nosso corpo. Da mesma maneira, podemos equiparar os departamentos responsáveis por gestão de pessoas, pois ele possui a responsabilidade de “oxigenar” o capital humano, ao ponto de manter a sua organização revigorada e pronta para as tarefas do dia a dia.

Assim como um coração doente prejudica o funcionamento de todo nosso organismo, uma má administração dos recursos humanos afeta toda equipe de trabalho.

Ainda que simples todo este exercício de comparação, ele serve para entendermos a relevância do setor de recursos humanos. Com isso, o objetivo deste post é fornecer dicas para aumentar o envolvimento de todo seu time de colaboradores.

Este assunto é tão importante, uma vez que o comprometimento dos colaboradores pode aumentar ou diminuir as chances de sucesso da sua jornada empresarial. Embora os empreendedores sejam pessoas fantásticas, por transformarem simples pensamentos em um propósito de vida, a dificuldade de envolver os recursos humanos em sua missão é, sem dúvidas, o seu principal desafio.

Não é preciso ser um expert para descobrir que a forma de conduzir seus funcionários está diretamente relacionada com o alcance dos seus propósitos empresariais. Por mais que seja difícil manter a produtividade da sua equipe em uma constância alta de crescimento, o gestor deve desenvolver algumas estratégias para extrair o melhor de todos eles.

A partir deste momento, vamos estudar algumas dicas práticas para gerir as pessoas do seu negócio.

Ensine seu pessoal a dividir o seu tempo de trabalho.

Muitos funcionários estão focados 100% em executar as atividades rotineiras de sua função. Passam longas horas do seu dia sem ao menos parar um tempo para refletir se existem outras modos de realizar seus procedimentos.

Foi-se tempo do Fordismo, onde a repetição exaustiva era o método principal de trabalhar.

Veja um trecho do filme “Tempos Modernos”, do brilhante Charles Chaplin, onde é relatado um pouco deste período tenebroso para os trabalhadores.

Cômico, mas terrível! Ainda existem empresas com o mesmo processo de produção daquela época.

Apesar de existirem cargos, nos quais necessitem de esforços repetitivos constante, o gestor de pessoas deve ensinar seus colaboradores a pensar além dos seus esforços rotineiros.

Por mais operacional que seja atribuição de determinado cargo/função, o tempo do pessoal da sua organização deve ser dividido entre atividades operacionais e momentos de reflexão.

Uma dica seria ensinar sua equipe de trabalho a dividir o tempo da seguinte maneira:

  • Investir 70% do tempo com as atividades principais;
  • Investir 20% do tempo para discutir e pensar em formas de como melhorar as atividades principais de sua função;
  • Investir 10% do tempo para discutir e pensar como a empresa poderia ser melhor.

Simplificando, imagine que sua equipe trabalhe 10 horas por semana (só estou supondo rsrsrs), logo 7 horas da sua jornada seria investido nas atividades do seu dia a dia, 2 horas para descobrir novos métodos de melhorar a forma de executar suas tarefas e apenas 60 minutos para discutir assuntos estratégicos para o sucesso do seu negócio.

Pense bem, esta técnica não pede para os seus funcionários fiquem 30% do tempo parado. Na verdade, 90% do tempo terá o foco exclusivo nas atribuições principais de sua função, já que 70% é utilizado para a execução e 20% para descobrir melhorias reais para a continuidade dos processos.

Defina objetivos da empresa de forma clara e precisa.

Toda e qualquer instituição deve ter seus objetivos bem definidos. Somente com a definição dos propósitos, a alta direção pode influenciar seu time a obter os melhores resultados.

Uma das ilustrações mais fantásticas sobre a importância de um propósito claro e conciso foi elaborada pelo famoso autor Napoleon Hill.

O escritor utiliza a figura de um comandante, no qual perde o controle do leme no meio do oceano. Por conseguinte, o navio começa a navegar sem rumo, além de comprometer o sucesso da viagem. Outro perigo eminente é a perca de combustível e energia, no qual pode deixar toda a tripulação perdida em alto mar.

Da mesma maneira é o comportamento de seu pessoal diante da indecisão dos líderes da organização. Sem um propósito definido o envolvimento e comprometimento dos seus colaboradores ficarão comprometidos.

Não basta ter um quadro com um design chamativo e uma frase de efeito expondo a missão da empresa. Ao contrário, gestores de pessoas devem apontar as funções e responsabilidades dos seus funcionários dentro dos propósitos da empresa. Somente desta forma, a missão se torna algo palpável e tangível.

Me permitam utilizar o meu exemplo.

Sou um dos redatores do Blog Certificação ISO, sendo assim uma das minhas principais atribuições é a produção de conteúdo para o Blog. Diante da missão de “contribuir para um país mais forte por meio de empresas mais fortes”, a Templum Consultoria, por meio da alta direção, entendeu a importância de criar um canal com conteúdo voltados para o fortalecimento das empresas. Assim, eu pesquiso e escrevo artigos voltados exclusivamente para o propósito desta missão.

Você consegue perceber como tudo fica mais fácil com objetivos claros e bem definidos? Por isso, simplifique a forma de comunicar os propósitos de sua organização.

Uma dica extra.

O problema recorrente de pequenos e médios empresários é a dificuldade de estabelecer uma forma real para gerenciar as pessoas de seu empreendimento.

Um Sistema de Gestão da Qualidade, como a ISO 9001, possui a gestão de pessoas na sua essência. Por isso, convido você a ler nosso artigo Como a ISO 9001 pode ajudar empresários a fazerem uma boa gestão de pessoas?

Os requisitos da ISO 9001, nos quais tratam sobre o gerenciamento de pessoas, são um ponto de partida inicial para potencializar os resultados do seu time de trabalho.

Guilherme Alonço

Guilherme Alonço

Conteudista da Templum Consultoria Ilimitada e apaixonado por assuntos e notícias que englobam o mundo dos negócios. Formado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Unitoledo e Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Guilherme Alonço

Últimos posts por Guilherme Alonço (exibir todos)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *