A importância do SGI nas organizações

O mundo contemporâneo muda cada vez mais rapidamente. A quantidade e a velocidade das informações recebidas diariamente criou a necessidade de mudar a nossa forma de pensar.

Hoje, precisamos reconhecer o ambiente de forma mais holística, saber trabalhar com as todas as variáveis que nos cercam e ter capacidade para conseguir analisar todos os dados que vão além das paredes da empresa para então conseguirmos obter uma vantagem competitiva em relação ao mercado atuante.

Esse novo paradigma organizacional aumentou a pressão nas empresas por uma estratégia que consiga lidar com todas essas esferas hoje solicitadas.

Dessa forma, os sistemas de gestão tornaram-se um caminho muito eficiente para trabalhar com todas essas variáveis, afinal são normas técnicas aplicáveis a qualquer tipo de organização e que possibilitam o gerenciamento de todos os processos e atividades da empresa.

Ao atuar com um sistema integrado de Gestão da Qualidade (ISO 9001), Gestão Ambiental (ISO 14001) e Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional (OSHAS 18001), a empresa irá conhecer e controlar grande parte dessas variáveis micro e macro ambientais, além de ter condições de retroalimentar essas informações, tornando-se muito mais eficiente e competitiva do que seus concorrentes.

Ora, se eu tenho uma empresa que monitora e controla a satisfação do meu cliente, que possui uma gestão voltada para a redução e economia do consumo de recursos materiais e naturais e que ainda promove ações específicas para a saúde ocupacional dos funcionários, gerando um ambiente mais saudável e produtivo, os benefícios gerados são enormes, entre eles:

- Melhoria da imagem da empresa junto ao mercado e clientes

- Melhoria do desempenho organizacional e aumento da competitividade

- Melhoria do clima organizacional e aumento da produtividade

- Redução de custos operacionais e administrativos

- Captação de novos clientes

Então, vamos lá! Não perca tempo de estar à frente do seu cliente e mãos à obra!!

Autor

Daniela Albuquerque
Formada em Comunicação Social, pós graduada em Gestão de Negócios pela Escola Superior de Propaganda e Marketing e atualmente está cursando especialização em Sistemas de Gestão Integrada em ISO 9001:2008; ISO 14001:2004; OHSAS 18001:2008 e ISO 26000.Atua há 05 anos com implementação em sistemas de gestão e possui também experiência em áreas de marketing de relacionamento e planejamento estratégico de organizações.

2 comments

  • na verdade tenho uma dúvida. Nas pesquisas que tenho realizado, encontro um rico material deo SGQ para empresas com processo fabril ou industrial. raros são os artigos de qualidade de empresas que prestam serviços. Tenho uma duvida: temos dois clientes grandes e exigentes. Eles possuem seus procedimento gerais e todas as contratadas são obrigadas a utilizar. como inseri-los em nosso sistema de gestão se não podemos alterar os procedimentos? temos que escrever um procedimento igual e inserir na nossa documentação? como classificar este procedimento do cliente que é a nossa atividade pura?

    Responder
    • Daniela Albuquerque

      Olá Flávia, tudo bem?

      Seja muito bem vinda em nosso blog! Sua participação é muito importante.

      Os procedimentos dos seus clientes, uma vez que são obrigados a atendê-los se tornam requisitos do cliente e você deve indicar em seus documentos a referência a eles, mas não é necessário transcreve-los em seu SGQ.

      Esses procedimentos dos clientes serão controlados na Lista Mestra de Documentos Externos e você deve frequentemente verificar a versão vigente desses documentos.

      Qualquer duvida adicional, por favor nos avisar. Estamos à disposição!

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

      Responder

Deixe uma resposta