O que o construtor precisa saber sobre o PBQP-H

O Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) é um programa criado pelo governo para organizar o setor de construção civil.

Além de modernizar a produção e melhorar a qualidade das construções, o governo espera tornar o setor mais competitivo, aumentando a confiança dos agentes financiadores e do consumidor final. É por isso que a Caixa e outras instituições financeiras exigem o PBQP-H para conceder crédito.

O PBQP-H é a ISO 9001 da construção civil
A ISO 9001 é a base do programa. A certificação é reconhecida internacionalmente pela sua aceitação de mercado e facilidade de implementação. A empresa que tem o PBQP-H pode também obter o certificado ISO 9001, visto que os requisitos normativos da ISO 9001 estão todos contemplados no PBQP-H.

Ao contrário do que muitos empresários pensam a ISO, e consequentemente o PBQP-H, não são burocráticos. Você pode continuar a trabalhar do seu jeito, sem a necessidade de novas contratações.

O PBQP-H se adapta a sua empresa, e não o contrário
A norma sugere apenas o que deve ser feito e monitorado. O ‘como’ fica a cargo da empresa e é facilmente adaptado a sua cultura. O PBQP-H é um sistema documentado e não um sistema de documentos.

A Templum fornece todos os modelos de formulários e procedimentos técnicos. Esses modelos são apenas um ponto de partida que pode ou não ser adotado pelo cliente. O auditor não avalia como você trabalha, apenas se o que você faz está documentado e atende as exigências do programa.

Qualquer empresa pode ter o PBQP-H, independente do tamanho
Na verdade, a melhor hora para se implementar o PBQP-H é quando a empresa é pequena. O processo fica mais ágil e barato. A empresa que incorpora a cultura da qualidade desde pequena, cresce de forma mais consistente e lucrativa. Lembre-se o objetivo de um sistema de gestão é melhorar seu desempenho e se beneficiar com a implementação.

O PBQP-H aumenta o lucro e garante a satisfação do cliente final
A empresa que implementa o PBQP-H tem um canteiro de obras mais organizado, desperdiça menos materiais, tem menos acidentes de trabalho e funcionários mais capacitados, que executam o trabalho de acordo a padrões pré estabelecidos. Consequentemente, temos obras finalizadas no prazo com mais qualidade. E isso é exatamente o que a Caixa quer em contrapartida ao crédito.

Agora que sabemos que a sua construtora só tem a ganhar, que tal falar sobre as formas de implementação do PBPQ-H e a preparação para o Geric.

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha tem 17 anos de experiência prática e atuou na Templum Consultoria criando conteúdo, desenvolvendo sites e outros apetrechos tecnológicos.
Ricardo Tocha
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *