Você já parou para pensar quanto custa a desorganização da sua obra?

Se sua obra não possui locais adequados para armazenagem de materiais, EPIs e ferramentas, você tem um sócio que faz uma retirada mensal do seu lucro: a desorganização.

  • Com que frequência você precisa repor EPIs e ferramentas perdidas?
  • Tem equipamentos parados por falta de mauntenção?
  • Quanto custa a reposição ou aluguel destes aparelhos?
  • Como você garante que seu fornecedor está entregando 5 metros cúbicos de areia e não 4? Multiplique esse metro perdido pelo número de entregas no decorrer da obra e você vai ver que essa conta está ficando cara.
  • Você ainda acha que investir na gestão da qualidade é caro?

Imagine uma obra de 2.000m2 que produz 0,6 m³ de resíduos por metro quadrado construído. Serão necessários 300 caçambas de 4 m3 de capacidade para remover esse entulho.

Na nossa experiência, com a implementação do PBQP-H, a construtora pode reduzir facilmente esse número para 0,4 m3 por m2 economizando a remoção de 100 caçambas de entulho.

Sem contar a economia do material em si, que é um pouco mais difícil de mensurar já o valor dos materiais usados no decorrer da obra varia.

Investir em qualidade é muito mais barato porque é duradouro. Pequenas estruturas, como baias para acomodação de agregados, construidas no início da obra economizam dinheiro e mantém o canterio organizado.

Os procedimentos de execução e inspeção de serviços fornecidos pela Templum melhoram o nível técnico dos operários, que serão empregados em obras futuras. Funcionários treinados se acidentam menos. Esses procedimentos podem ser facilmente implementados, sem interromper o andamento da obra.

Além disso, o PBQP-H fornece indicadores para medir a eficácia das mudanças realizadas.

A qualidade final sobe e os custos com retrabalho e acidentes diminuem.

Talvez o seu pior problema é acreditar que a gestão da qualidade é cara, que treinamento não é possível sem parar a obra, e que você precisa aumentar o número de funcionários. Isso tudo é lenda.

Sistemas de gestão, como o PBQP-H, tem como objetivo desenvolver e manter um portfólio de serviços que permitem às empresas melhorar seu desempenho e se beneficiar da implementação de um sistema de gestão da qualidade.

De novo, melhorar seu desempenho e se beneficiar com a implementação.

Você vai conseguir dormir sabendo disso? Passou da hora de investir em qualidade.

Agora que estamos conscientes do custo da desorganização é hora de falar mais detalhe sobre o PBQP-H.

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha tem 17 anos de experiência prática com internet e muitas cartas na manga. Atualmente usa tudo que aprendeu sobre marketing online para construir seus próprios negócios online. Também presta consultoria estratégica e técnica para empresários e profissionais de marketing e vendas cansados de investir em ações fragmentadas. Visite seu site para saber mais.
Ricardo Tocha
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *