matriz-swot
Amanda Oliveira
Por Amanda Oliveira

Contabilidade: como e por que fazer análise da matriz SWOT

Parte essencial de um planejamento estratégico, a análise de SWOT ou matriz SWOT servirá para identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da contabilidade. Seu nome é uma sigla para as palavras Forças (Strengths), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).


[Total: 1    Média: 5/5]

Sem tempo para ler? Ouça nosso conteúdo em qualquer lugar apertando o player abaixo!  

No meu post anterior falei sobre o planejamento estratégico em escritórios contábeis. Hoje, trago um assunto que está totalmente ligado a este: a matriz SWOT , cujo modelo você pode fazer o download gratuitamente aqui.

É importante, nessa análise, considerar todos os fatores que estejam ligados à empresa – interna ou externamente – inserindo-os no devido espaço:

  • Pontos fortes e pontos fracos: características que são encontradas olhando para dentro do escritório de contabilidade.
  • Oportunidades e ameaças: condições pertencentes ao mercado, do ponto de vista de fora do escritório.

Mas afinal, como a matriz SWOT se encaixa no contexto de contabilidade?

Que a matriz SWOT serve para todos os tipos de negócio, isso todo mundo já sabe. No entanto, é importante dizer para aqueles da área contábil que: você só vai conseguir entender o real contexto e fazer bom uso dela se tirar a camisa de contador e vestir a camisa de administrador da sua empresa.

Por exemplo: os serviços que você oferece hoje, seja na área fiscal, contábil, tributária, trabalhista e etc. estão de acordo com o que o mercado pede? Você poderia oferecer um novo serviço, diferente dos que são tradicionais? Como está sua presença online? Por que seus clientes escolheram a sua empresa como prestadora de serviços e não seus concorrentes?

Saber as repostas para essas e outras perguntas é fundamental. A matriz SWOT irá desenhar o cenário atual e apontar onde deve-se canalizar um pouco mais de energia para crescer e buscar sempre o melhor. Vamos aos exemplos:

As características positivas, olhando para dentro da organização:

  • Boa localização
  • Muitos anos no mercado
  • Equipe capacitada e em constante treinamento
  • Diversidade de atuação

Nos pontos fracos:

  • Falha na comunicação com os clientes
  • Falta de organização dos arquivos
  • Falta de procedimentos padronizados

É hora de olhar pra fora da empresa e apontar:

Fatores que podem ser usados como oportunidades de melhoria para o negócio:

  • Aumento no número de abertura de empresas
  • Contabilidade online
  • Parceria/terceirização de serviços
  • Consultoria contábil (por que não aderir a esse novo modelo de negócio? afinal, o mercado já tem demanda e você já tem as informações que precisa dentro de casa)

E, ao final, quais são as ameaças externas as quais estou sujeito?

  • Concorrência ativa com prospecção dos meus clientes
  • Escritórios concorrentes investindo em marketing
  • Clientes optando por contabilidade interna

Diagnóstico para escritórios contábeis

Saiba quais oportunidades seu escritório pode estar perdendo


Diagnóstico

A utilização da matriz cruzada para o direcionamento estratégico

A partir desses pontos listados e devidamente posicionados, o próximo passo é fazer o cruzamento das informações para obter o direcionamento estratégico da sua empresa. Dessa análise, quatro cenários serão encontrados e com base nos resultados mais fortes da sua matriz, você saberá qual direcionamento seguir. Sendo eles: sobrevivência, desenvolvimento, manutenção ou crescimento. Para identificá-los, considere:

  • Se houver mais pontos fracos do que fortes, e mais ameaças do que oportunidades – sua estratégia deve ser de sobrevivência, ou seja, desinvestimentos, redução de custos e outras ações necessárias para fazer sua empresa sobreviver. É um sinal de risco.
  • Se houver mais pontos fortes do que fracos, e mais oportunidades do que ameaças, você adotará a estratégia de desenvolvimento, no sentido de aproveitar essas oportunidades e potencializar suas forças.
  • Já se a matriz apontar mais pontos fracos e mais oportunidades, o cenário pede uma estratégia de crescimento, ou seja, direcionar toda a energia para alcançar novos negócios, crescer no mercado e agarrar as oportunidades.
  • A última possibilidade tem mais pontos fortes e mais ameaças, e deve seguir para uma estratégia de manutenção, que significa tomar ações para que seus pontos fortes continuem se destacando.

Resumindo, cada direcionamento tem ações diferentes e chegam a um resultado diferente. É essencial conseguir identificar em qual deles o seu escritório se encontra. Com isso os planos de ação e as tomadas de decisão da empresa terão muito mais chances de sucesso, uma vez que estarão totalmente alinhados com a realidade.

O importante, no fim das contas, é entender que a análise SWOT não se trata apenas de um norte para o atingimento dos resultados desejados pela sua empresa, mas também de um “manual” de como evitar prejuízos que podem ser causados pelos riscos e ameaças que nela se encontram.

Amanda Oliveira

Sou Tecnóloga em Marketing e atuo na área de outbound marketing da Templum, conectando empresas com soluções ideais para o seu crescimento e fortalecimento. Uma das minhas paixões é transmitir informações úteis e relevantes através da comunicação, seja ela falada ou escrita
Amanda Oliveira