Guilherme Alonço
Por Guilherme Alonço

ISO 45001: O que tem de novo?

No dia 12 de Março de 2018, a ISO (International Organization for Standardization) anunciou a norma que faltava para portfólio, a ISO 45001. A norma fornece requisitos para implementação de um Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional.


A ISO 45001 já era esperada no mercado!

A norma que ditava o mercado quanto aos requisitos para implementação de um sistema voltado para questões de saúde e segurança do trabalho era a OHSAS 18001.

Publicada pela BSI, a OHSAS 18001 agora dá lugar para a ISO 45001. Com isso, as empresas que possuem a OHSAS 18001 implementada tem até três anos para migração para a nova norma.

Entretanto, o prazo não é um impeditivo para as empresas que querem se adiantar ao processo de transição e colher os benefícios da nova versão.

Antes de falar sobre as novidades da ISO 45001, vamos responder uma pergunta importante:

Por que implementar um Sistema de Gestão de SSO (Saúde e Segurança Ocupacional)?

A adoção de um sistema de gestão, como a ISO 45001, tem por objetivo permitir que uma organização forneça locais de trabalho seguros e saudáveis que previnam lesões e doenças ocupacionais.

E a ISO 45001 é o sistema de gestão que pode prover uma estrutura adequada para gerenciar riscos e oportunidades de SSO (Saúde e Segurança Ocupacional) e agregar valor para qualquer organização.

O objetivo de um sistema destes é gerar uma melhora significativa no desempenho de SSO de uma organização, como a diminuição dos índices de acidente e entre outros indicadores.

Engane-se quem pensa que a ISO 45001 é uma norma apenas para cumprir mais uma exigência de mercado.

Quando uma empresa se prontifica para adoção deste sistema, os ganhos com produtividade tendem a aparecer.

Você sabe o quanto sua organização perde com um colaborador acidentado?

As consequências afetam o caixa de uma empresa, pois será necessário despender gastos não esperados para cobrir o ocorrido. Recursos, incluindo o tempo, também são consumidos, além de afetar a produtividade de uma equipe pela falta de um membro prejudicado.

Estruturar um sistema de gestão de SSO é uma das formas de garantir a excelência e um ambiente adequado para o alcance dos resultados esperados pela organização.

Novidades da ISO 45001

Sempre que uma norma recebe uma atualização ou é lançada é de se esperar que ela esteja adequada à realidade atual das organizações.

Afinal, a globalização e dinamicidade do mercado exigem novos comportamentos e formas diferentes de ação e reação.    

E com a ISO 45001 não é diferente!

Agora as empresas poderão ter um sistema de gestão de SSO moderno e mais adequado ao contexto dinâmico do mercado.

E para dar razão a este argumento, vamos analisar as principais novidades e entender alguns bons motivos para implementação ou migração para ISO 45001!

#1º Anexo SL

Para quem não conhece o anexo SL, trata-se da estrutura padrão utilizada no desenvolvimento das normas ISO. Anteriormente, as normas não seguiam esta estrutura.

Agora, a ISO ao publicar as novas normas segue uma plataforma semelhante, porém com conteúdos específicos e direcionados, o que facilita na implementação de diferentes sistemas em uma mesma empresa (exemplo: ISO 9001 e ISO 14001).

#2º Contexto da organização

Existe um contexto organizacional com fatores internos e externos que afetam diretamente o desempenho de SSO. A ISO 45001 pede para que as organizações façam a identificação destes aspectos.

Como fatores internos, temos, por exemplo, o tamanho da equipe de trabalho que pode ser pertinente para o sistema de SSO, pois em alguns momentos, quanto maior a equipe mais preocupações com a saúde e segurança dos colaboradores.

Quanto aos elementos externos, podemos citar os aspectos do entorno da empresa que podem ter algum fator de risco para saúde dos funcionários e que afetam o desempenho de SSO.  

#3º Partes Interessadas

Você sabia que existem partes interessadas em seu Sistema de Gestão de SSO? Pois é! Anteriormente a OHSAS 18001 não lidava com esses intervenientes de forma tão clara quanto à ISO 45001.

Por exemplo, uma parte interessada que não pode ser ignorada são as autoridades legais e regulamentares.

Além de garantirem as NR’s específicas para cada tipo de atividade, que envolve questões de saúde e segurança, o não cumprimento das exigências pode resultar em sanções legais e multas pesadas para saúde financeira da organização.

E na implementação da ISO 45001, as partes interessadas ganharão um cuidado especial para evitar contrariedades para o sucesso do sistema.

#4° Processos

A OHSAS 18001 era focada exclusivamente em procedimentos e não levava em consideração os processos de forma individualizada.

Esta nova abordagem traz consigo analisar questões de SSO em cada processo, dado que existem particularidades que interferem no desempenho da empresa como um todo.

Com isto, as organizações poderão identificar formas de aumentar a produtividade e reduzir os gargalos que um acidente de trabalho pode causar tanto de forma macro quanto micro (focada nos processos).

#5° Liderança e comprometimento

Esta nova abordagem convoca a responsabilidade da Alta Direção para prestação de contas quanto à saúde e segurança dos trabalhadores.

Ou seja, agora a responsabilidade de SSO não recai somente sobre uma única pessoa, que em algumas ocasiões era figurada pelo técnico de segurança do trabalho. Pelo contrário, a liderança deve se envolver no desenvolvimento e promoção da cultura ocupacional.

#6º Gerenciamento de riscos e oportunidades

A ISO 45001 expandiu o conceito para risco e oportunidade, diferentemente da OHSAS 18001 que tratava somente dos riscos.

Parece uma mudança simples, mas traz importantes implicações. Existem riscos que se eliminados e mitigados trazem importantes oportunidades para o desempenho de SSO de uma organização.

A nova norma cita a necessidade de implementar processos para avaliar riscos de SSO, partindo dos perigos identificados. Quanto às oportunidades, a ISO 45001 propõe a ideia de melhorar o desempenho de SSO, como eliminar perigos e reduzir riscos.

Quer saber mais?

Conheça a ISO 45001 e como ela pode ajudar a sua empresa!

Leia o e-book sobre a ISO 45001 e confira os benefícios de um ambiente seguro com este sistema de gestão.


Conheça

Guilherme Alonço

Guilherme Alonço

Um bom conteúdo pode transformar uma empresa! Conteudista da Templum Consultoria e apaixonado por assuntos e notícias que englobam o mundo dos negócios, ajudo empresas a alcançarem seu potencial máximo e enxergarem as melhores oportunidades.
Guilherme Alonço

Últimos posts por Guilherme Alonço (exibir todos)