Requisito 0.2 – Princípios da Qualidade.

Temos nesse blog a missão de levar conhecimento sobre normas de sistemas de gestão e com a mudança recente da ISO 9001 vamos ajudá-los com a interpretação desse requisito. Por isso, a partir dessa semana vamos publicar semanalmente explicações sobre cada um dos requisitos da ISO 9001:2015.

Vamos começar essa semana com o Requisito 0.2 – Princípios da Qualidade.

Uma das mudanças da ISO 9001 na versão 2015 é a revisão dos Princípios da Qualidade, que antes eram 08 e agora são apenas 07. Veja abaixo quais são esses tópicos que permaneceram após a revisão:

  1. Foco no cliente
  2. Liderança;
  3. Engajamento das pessoas;
  4. Abordagem de processos;
  5. Melhoria;
  6. Tomada de decisão baseada em evidência;
  7. Gestão de relacionamento.

O que mudou em relação às versões antigas é a incorporação do princípio Abordagem de sistemas à Gerencia aos outros 07 conceitos. Até aí, tudo certo! 

Mas, pensando de forma prática, qual é a real função dos princípios da qualidade?

No dicionario, a definição de princípio é fundamento ou essência, então os princípios da qualidade têm a função de indicar a essência de um sistema de gestão. Isso quer dizer que ao finalizar uma implementação da ISO 9001, temos que ser capazes de identificar os 07 princípios da qualidade em nossa empresa.

Para mim, sempre que quero saber se o sistema foi implementado de forma eficaz, sempre recorro ao meu “check list mental dos princípios da qualidade” e realizo as seguintes perguntas:

01. A empresa consegue demonstrar que atende às necessidades do cliente?

02. A liderança da empresa está comprometida com o resultado a ser entregue e atua de forma clara criando condições para que todos consigam atingir seus objetivos?

03. A empresa consegue manter pessoas competentes engajadas com o sucesso da organização?

04. A empresa consegue gerenciar suas atividades como processos inter-relacionados ou atua de forma departamental, ou seja, cada departamento por si?

05. A empresa atua com foco na melhoria ou fica apagando incêndios de forma recorrente?

06. A empresa possui indicadores relevantes para o negócio de forma a consegir ter dados para tomar decisões com base em evidência?

07. A empresa gerencia seus relacionamentos com parceiros, fornecedores e partes interessadas de forma benéfica?

Se a empresa conseguir demonstrar de forma clara o atendimento a esse check list, quer dizer que a empresa possui um sistema de gestão de forma eficaz. Isso porque os princípios da qualidade são pré-requisitos para a ISO 9001, então um bom sistema de gestão passa obrigatoriamente por esses tópicos.

Então, se nunca soube como utilizar na prática os princípios da qualidade, tenta incluí-los em seu check list de auditoria a fim de evidenciar a eficácia do seu sistema de gestão! Tenho certeza que vai gostar do resultado!

Um bom trabalho e até a próxima semana com o requisito 0.3 – Abordagem de Processo.

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Responsável técnica em Templum Consultoria Ilimitada
Formada em Comunicação Social, pós-graduada em Gestão de Negócios pela Escola Superior de Propaganda e Marketing e especialista em Sistemas de Gestão Integrada. Participou do comitê da ABNT de revisão para a ISO 9001:2015. É responsável técnica da Templum Consultoria Ilimitada.
Daniela Albuquerque

Últimos posts por Daniela Albuquerque (exibir todos)

25 respostas
  1. Francisca Oliveira says:

    Bom dia! Muito boas as explicações. Porém, tenho ainda algumas dúvidas cruéis.
    Qual evidência tenho que ter para atender o requisito 4.1 da nova versão? Tenho que fazer a análise swot em formulário próprio? A análise critica pode servir como evidência?

    Agradeço se puder me dar exemplos.

    Responder
    • José Rafael
      José Rafael says:

      Bom dia, Francisca!

      Nós da Templum utilizamos a análise SWOT para atendimento à este requisito! Porém, existem diversas metodologias para atendermos, como Análise 360°, 5 Forças de Porter, Matriz BCG, Metodologia Canvas, entre outras.

      Essas são metodologias em que a organização determina questões internas e externas que são pertinentes ao seu proposito e para o seu direcionamento estratégico e que afetam sua capacidade de alcançar os resultados pretendidos de seu SGQ.

      Lembrando que, como indica a própria Norma, o contexto externo pode ser facilitado pela consideração de questões provenientes dos ambientes legal, tecnológico, competitivo, de mercado, cultural, etc. E questões internas podem ser definidas como as relativas a valores, cultura, conhecimento e desempenho da organização!

      Ficamos à disposição em caso de novas dúvidas!

      Atenciosamente,
      José Rafael

      Responder
  2. Antonio Da Silva Lopes says:

    Olá Daniela boa noite, gostaria de saber se poderia esclarecer resumidamente o seguinte: Como uma empresa pode atuar de forma comprometida com os resultados a ser entregues. Atuando de forma clara e criando condições para que todos consigam atingir seus objetivos?

    Responder
    • Daniela Albuquerque
      Daniela Albuquerque says:

      Olá Antonio,

      Respondendo de forma resumida: aplicando corretamente todos os requisitos do Sistema de Gestão da Qualidade, afinal esse é o grande objetivo da ISO 9001.

      Abraços,
      Daniela Albuquerque

      Responder
  3. Antonio Da Silva Lopes says:

    Olá! Boa tarde Daniela. A empresa em que trabalho estar iniciando as atividades para a implantação de uma ISO, estamos na parte inicial dos trabalhos. Observando os sete princípios da qualidade, pude observar que não estamos gerenciando nossas atividades como processos inter-relacionados. Gostaria de suas sugestões para que pudéssemos melhorar nessa parte.

    Obrigado pela oportunidade.
    Um Abraço!

    Responder
    • Daniela Albuquerque
      Daniela Albuquerque says:

      Olá Thaiz! Você sempre foi uma RD muito aplicada e com certeza o resultado não poderia ser outro! Fico feliz que continuam atuando em nome da Qualidade.

      Continue assim! Abraços, Daniela Albuquerque

      Responder
  4. Wagner Gurgel do Amaral says:

    Excelente!!
    Daniela!
    Estamos aqui na Connect House implementando o nosso SGI e com certeza estaremos a posteriori buscando adequação à nova revisão. Enquanto isso estaremos nos beneficiando desta ótima iniciativa de vocês!
    Parabéns! Gostei muito!
    Abraços! Daniela!

    Responder
  5. Paulo says:

    Olá, boa tarde! Gostaria de saber como fica as empresas que possuem sistema de gestão integrado, pois já trabalhei numa empresa que era certificada na iso 9001 e no PBQP-H. As normas do SiAC ainda são baseadas na versão antiga, a minha dúvida é como relacionar as normas com a nova mudança da ISO, se é que é necessário.

    Responder
    • Daniela Albuquerque
      Daniela Albuquerque says:

      Olá Paulo,

      As normas de sistemas de gestão que fazem parte da ISO estão passando por revisões e elas adotarão o anexo SL, ou seja, terão a mesma estrutura, o que facilitará e muito a integração. Um exemplo é a ISO 14001 que já foi revisada com o mesmo formato.
      O PBQP-H, que é uma norma brasileira, também está em fase final de revisão e deve ter a sua nova versão publicada ainda nesse semestre, porém essa revisão está baseada na NBR 15575, que é uma norma de desempenho e ainda não sabemos se continuará seguindo os critérios da ISO 9001, por isso não temos ainda como indicar como será essa integração, mas assim que tivermos mais novidades, publicaremos aqui em nosso blog, com certeza.

      Um abraço, Daniela Albuquerque

      Responder
  6. Guilherme Gazola Godoy says:

    Excelente Daniela!!! Será de muita importância acompanhar suas publicações. Estudei muito a ISO9001:2008, porém não tive a oportunidade de focar nessa nova versão 2015, com as publicações da Templum com certeza irá me auxiliar e muito a entender essa nova versão. Fico feliz de poder acompanhar desde o começo, e minha opinião sobre a ISO9001:2015, é que ela tenha mudado para melhor, e muito melhor, pois vejo que agora a responsabilidades da direção aumentaram muito, sendo que visitei empresas que a direção simplesmente deixava muitas responsabilidades de lado, e com essa nova versão acredito que no português claro será de padronização para padronização com qualidade total! Parabéns a todos da Templum pelo trabalho!!!

    Responder
    • Daniela Albuquerque
      Daniela Albuquerque says:

      É isso mesmo Guilherme! Essa nova versão da ISO 9001 está muito melhor e muito mais aderente à estratégia da empresa.

      Fico muito feliz que tenha gostado da ideia e fico no aguardo dos comentários para enriquecer o nosso trabalho!

      Um forte abraço, Daniela Albuquerque

      Responder
  7. Tairyne says:

    Boa tarde Daniela!

    Na nova versão da ISO fala-se muito do novo papel que a Direção irá desempenhar. Fico na dúvida de como o gestor de qualidade se envolverá nos processos, uma vez que ele não participa da base.

    Responder
    • Daniela Albuquerque
      Daniela Albuquerque says:

      Olá Tairyne,

      O fato de não ter um requisito específico para o representante da direção, não significa que o papel do gestor da qualidade será extinto, muito pelo contrario. A direção precisa prestar contas pelo sistema de gestão e não necessariamente atuar como gestor da qualidade. O que vejo é que a partir da necessidade da direção de prestar contas, o resultado apresentado pelo gestor da qualidade ficará ainda mais e evidência.

      Lembro ainda de uma alínea do requisito 5.1.1 (Liderança), que indica que a direção precisa “apoiar outros papéis pertinentes da gestão a demonstrar como sua liderança se aplica às áreas sob sua responsabilidade”. Esses outros papéis são justamente do gestor da qualidade. Então, não muda a estrutura, só muda a responsabilidade pelo sistema de gestão, que antes era do RD e agora é da direção, mas colocarei essa discussão com mais detalhes quando chegar nesse item! Muito Obrigada pela sua contribuição muito pertinente.

      Um forte abraço, Daniela Albuquerque

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *