Skip to main content
Tempo de Leitura: 7 minutos

Ao implementar a norma ISO 27001 podemos evidenciar vários benefícios que a organização pode ter. Com isso listamos 7 benefícios que a Organização tem ao implementar a ISO 27001 e ter um sistema de gestão da segurança da informação.

Benefícios da ISO 27001 para o seu negócio

São pontos relevantes que são observados, implementados e melhorados que irão colocar a Organização em outro nível de maturidade se tratando de segurança da informação. Confira a seguir!

Adequação dos processos com avaliação dos riscos

O sistema de Gestão de segurança da informação tem como principal foco garantir a segurança das informações, com isso ao implementar o SGSI irá auxiliar a organização a adequar seus processos e realizar as avaliações de riscos relacionadas a cada departamento e suas atividades. 

Para que tenha uma boa implementação é necessário analisar todos os processos da Organização, também as informações que são operadas em cada processo juntamente com os equipamentos e softwares utilizados.

Ao realizar essa análise no detalhe é possível se levantar todos os riscos de cada processo relacionado a segurança das informações, riscos esses que serão inputs de melhoria e adequação de controles relacionados a segurança das informações trazendo assim processos adequados e uma análise de risco coesa que irá mitigar e eliminar os riscos de cada processo.

Atendimento da necessidade dos clientes

Como sabemos as informações cada vez mais se tornam importantes e com valor inestimável para cada Organização. Com isso está cada vez mais comum empresas solicitar de seus fornecedores a implementação na ISO 27001. 

Essa necessidade tem crescido muito nos últimos anos e a tendencia é que aumente cada vez mais. Pois é muito comum ver Organizações que já tem a ISO 27001 cobrar da sua cadeia de fornecedores também a implementação da ISO 27001. 

O mais importante de enfatizar é que esse é um caminho sem volta, ou seja, o que muitos veem como um diferencial de mercado eu vejo na ISO 27001 como uma questão de sobrevivência. 

Se a Organização onde atua ainda não recebeu essa necessidade de seus clientes, ainda têm tempo para implementar a ISO 27001, agora se na sua Organização já está sendo cobrada o sinal amarelo já deve ficar aceso!

Hoje em dia é muito comum Organizações ao buscar fornecedores enviar um checklist com várias perguntas relacionadas à segurança das informações, a primeira pergunta sempre é: Sua Organização tem a ISO 27001 implementada? Se sim envie o certificado, se não responda as demais perguntas. 

Esse movimento se tornará cada vez mais comum devido a relevância das informações que hoje se tornou um dos principais ativos das Organizações, e atender essa necessidade dos clientes será cada vez mais comum. 

Cultura de risco implementada em toda a Organização

A ISO 27001 tem como principal objetivo garantir a segurança das informações, com isso ela é uma norma totalmente baseada em análise de riscos e implementação de melhorias. 

Todo sistema de gestão, no caso esse relacionado a segurança da informação traz mudanças dentro das Organizações. Imagine que com o avanço da implementação os colaboradores começam a ser envolvidos nos temas relacionados a segurança das informações, recebem treinamentos, começam a utilizar controles relacionados a segurança das informações que operam em suas atividades diárias. 

Tudo isso começa a desenvolver uma mentalidade de risco internamente nos colaboradores, e com o tempo o olhar crítico a segurança das informações que operam é nítido.

Com essa nova cultura de risco implementada as Organizações tendem a se fortalecerem, ter o maior controle das informações que utilizam, ter o senso de segurança na sua operação e diminui o risco de realizar as atividades de formas inseguras.

Digo até mais, é até comum ao vivenciar a segurança das informações dentro da Organização e essa mentalidade de risco externar da vida profissional e fazer parte da vida pessoal. 

Melhor análise e alocação de recursos para controles tecnológicos 

Esse é um ponto muito importante, geralmente quando pensamos na ISO 27001 é praticamente impossível não relacionar com tecnologia da informação, de fato elas estão ligadas. E muitas vezes também a relacionar a necessidade de grandes investimentos.

Você sabia que a ISO 27001 possui 114 controles que necessitam ser analisados e adequados na Organização, mais conhecido como Anexo A. Muitas vezes acaba assustando, mas na verdade os controles vêm para facilitar as organizações a garantir a segurança das informações e traz quais são os pontos fundamentais que a organização deve observar e adequar para garantir a segurança das informações. 

Porém um dos pontos que acaba gerando muito receio é que a implementação de todos os controles será necessária um grande investimento financeiro para a Organização, esse é um ponto bem relativo, claro que vai depender muito do grau que a Organização se encontra hoje. 

Porém algo importante é que a norma sempre nos diz o que deve ser feito para adequar os controles, mas não deixa clara como. 

E onde eu quero chegar com isso? Há controles e controles! Vou dar um exemplo bem simples, temos o controle A.11.1.2 – Controles de entradas físicas, que nos diz o seguinte “As áreas seguras devem ser protegidas por controles apropriados de entrada para assegurar que somente pessoas autorizadas tenham acesso permitido.”

Imagine a recepção de uma Organização, como essa Organização pode se adequar a esse controle? 

  1. Ter uma recepção blindada, com câmeras, catraca, a pessoa ao entrar necessita se apresentar e fazer um breve cadastro com foto, recebe as orientações e ao entrar recebe um crachá de visitante para identificação e aguarda em uma sala com recepcionista até o responsável pela visita vir recepcionar para ela entrar. 
  2. Ter uma recepção com câmeras e catraca, a pessoa informa em qual setor irá visitar e realiza um breve cadastro, recebe o crachá de visitante, o porteiro interfona para o responsável vir buscar o visitante na entrada para assim o responsável acompanhá-lo dentro da Organização até o setor. 

Note que são duas formas de atender o mesmo controle, um mais robusta e outra mais simples, e os dois estão certos, nesse caso o que é importante entender é a sistemática para garantir que o visitante não tenha acesso físico a empresa sem o consentimento e sem acompanhamento do responsável. Isso vai estar muito ligado ao ramo da Organização, ao seu tamanho e complexidade, lembrando que a norma é aplicável a qualquer ramo de atividade e tamanho. 

Essa analogia pode ser observada em vários controles da norma, ou seja, nem sempre é necessário dispor de grandes recursos financeiros para atender os controles. Lembrando que de fato alguns controles são tecnológicos, e até melhor que sejam, porém há controles que podem ser implementados com baixo investimento ou muitas vezes apenas na adequação da sistemática interna já existente.

Controle dos equipamentos e softwares operacionais

Esses são pontos que podem ocorrer falhas e incidentes na segurança das informações. Ter o controle dos equipamentos e softwares que são utilizados na operação pode fazer toda a diferença na garantia da segurança das informações.

Definir a sistemática e controle de manutenção dos equipamentos para garantir que no momento da manutenção do equipamento não contenha informações confidenciais salvas, e sejam acessadas por pessoas que não tem o direito ao acesso a tais informações. Podendo ser acessadas por profissionais internos ou até em muitas vezes por terceiros que prestam serviço de manutenção dos equipamentos. 

Definir a forma segura do descarte dos equipamentos para que todas as informações sejam realmente eliminadas dos equipamentos antes do descarte.

Definir o controle de acesso aos softwares operacionais para assim cada colaborador com base no seu cargo tenha acesso apenas as informações que necessita para desenvolver suas atividades, isso irá garantir que não haja o acesso indevido as informações e o risco de perder informações devido à falta de controle aos acessos dos softwares operacionais.

Colaboradores treinados na segurança das informações

Um dos pontos mais importantes na implementação dessa norma são os treinamentos que serão passados aos colaboradores para que desenvolva as suas atividades com base nos controles definidos para garantir a segurança das informações. E esse é um dos grandes benefícios da ISO 27001, pois a necessidade de treinar e engajar os colaboradores com a segurança das informações irá ajudar a Organização a se fortalecer nesse ponto. 

Importante destacar que historicamente a maioria dos incidentes relacionados a segurança das informações está relacionados a falhas humanas, e muitas vezes essas falhas ocorrem por falta de treinamento. Não adianta definir vários controles e não preparar e treinar os colaboradores para que trabalhem com base nos controles definidos. 

Imagine a Organização definir o controle de acesso aos sistemas com base no cargo e cada colaborador ter sua senha de acesso, e por algum motivo um colaborador passar a sua senha para outro colaborador acessar seu perfil, isso fere totalmente o controle definido para segurança das informações.

Outro ponto é, a Organização defini os canais de comunicação interna e por falta de treinamento algum colaborador acaba transmitindo uma informação confidencial em um canal de comunicação não oficial e essa informação se torna pública. A organização defini os softwares operacionais que devem ser utilizados, mas o colaborador acaba utilizando um software sem o consentimento para teste e acaba ocasionando problemas de invasão na máquina como um trojan, o famoso cavalo de Tróia. 

São exemplos simples, mas acredite, são comuns ocorrerem por falta de treinamento e podem trazer graves consequências. 

Perenidade do negócio 

Sem dúvidas esse é um dos maiores benefícios que a Organização pode ter, ao concluir toda a implementação e definir todos os controles da ISO 27001 e Organização conseguirá ter controles bem definidos e mitigação e eliminação dos riscos em potencial. Quando pensamos na perenidade do negócio, vai além de uma exigência de cliente (como tem ocorrido com grande frequência no mercado a exigência da implementação da norma de grandes players do mercado para seus fornecedores). 

Por ter um foco muito grande nas informações dos clientes muitas vezes as Organizações esquecem das suas próprias informações confidenciais, isso muitas vezes ocorre devido a exigência que vem de parte dos clientes conforme mencionado acima. 

Mas já parou para pensar em quantas informações importantes e confidenciais a Organização tem?

  • Definições estratégicas definidas para o alcance dos objetivos;
  • Informações de um novo projeto piloto que está em desenvolvimento;
  • Nova solução inovadora para o mercado que atua; 
  • Código fonte do desenvolvimento do software que é o carro chefe da empresa;
  • Formulação química utilizada na produção;
  • Projetos de automação desenvolvidos sob medida para clientes;
  • Controle financeiro da organização;
  • Controle dos documentos dos colaboradores;
  • Prontuários médicos;
  • Pesquisa e desenvolvimento de novos remédios, entre outros. 

Note que independente do ramo de atividade que a Organização atua, ela sempre terá informações relevantes que devem ser cuidadas e perdê-las pode colocar em xeque a sobrevivência no mercado em que atua. 

Faça um exercício rápido, imagine quais são as informações confidenciais que sua Organização tem, agora imagine a sua Organização perdendo a confidencialidade ou a disponibilidade dessas informações, qual seria o tamanho do prejuízo? Quanto tempo iria demorar para colocar a “casa em ordem”?

Após essa reflexão não perca tempo e entre em contato com nossos especialistas!

Temos um time preparado para te ajudar a implementar a norma e conquistar os benefícios da ISO 27001 e tornar sua Organização mais sólida.