Aline Torrão
Por Aline Torrão

Nova versão do FSSC 22000 v4 – Alterações Relevantes para sua Empresa

Com base na experiência obtida com a versão 3 e um trabalho de pesquisa com as partes interessadas, o FSSC lançou em Dezembro de 2016 a nova versão para o seu Sistema Internacional de Certificação de Sistemas de Gestão da Segurança dos Alimentos. Foram aplicadas mudanças importantes para melhorar a sua consistência e a severidade. […]


Com base na experiência obtida com a versão 3 e um trabalho de pesquisa com as partes interessadas, o FSSC lançou em Dezembro de 2016 a nova versão para o seu Sistema Internacional de Certificação de Sistemas de Gestão da Segurança dos Alimentos. Foram aplicadas mudanças importantes para melhorar a sua consistência e a severidade.

Algumas das principais alterações com impactos para as empresas foram:

– inclusão de novas categorias de certificação

– revisão de critérios de auditoria não anunciada

– inclusão da classificação de não-conformidades críticas

– revisão e inclusão de requisitos adicionais

Composição – FSSC 22000 Versão 4

A norma possui requisitos de componentes separados, porém que devem ser auditados como um único sistema. Sua composição consiste em:

FSSC 22000 = ISO 22000 + PPR Específico por Setor * + Requisitos Adicionais

*De acordo com o descrito na tabela de categorias

Quando o módulo FSSC – Q for requerido, os requisitos da ISO 9001 são aplicável junto aos demais componentes expostos acima para o FSSC22000.

Requisitos Adicionais Versão 4

Os requisitos adicionais aplicáveis às categorias de certificação são:

1 – Gestão de Serviços

2 – Supervisão de Pessoal

3 – Gestão de Materiais Fornecidos

4 – Gestão de Recursos Naturais (aplicado apenas para produção animal)

5 – Defesa dos Alimentos

6 – Prevenção de Fraude dos Alimentos

7 – Formulação de Produtos (apenas para alimentos para cães e gatos)

8 – Gestão de Alergênicos

9 – Rotulagem do Produto

10 – Monitoramento Ambiental

11 – Uso da marca

A partir de Janeiro/2018 todas as empresas já devem ser auditadas de acordo com a Versão 4. O novo esquema pode ser obtido de forma gratuita no site do FSSC 22000, onde também poderá encontrar mais informações e esclarecimentos sobre os itens aqui abordados, bem como quais as regras para as empresas já certificadas realizarem a transição da norma.

Categorias Versão 4

Dentro da revisão houve maior detalhamento das categorias já existentes, estando de acordo com a ISO 22003:2013, e foram incluídas algumas categorias antes não cobertas pelo escopo de certificação do FSSC 22000, conforme a Tabela a seguir:

Categoria Sub-categoriaDescriçãoISO 22000/ISO 9001 PRP Requisitos Adicionais
AAIAgricultura de animais para carne/ leite/ ovos/ melAplicávelISO/TS 22002-3Aplicável
AIIAgricultura de peixes e frutos do marAplicávelISO/TS 22002-3Aplicável
CCIProcessamento de produtos animais perecíveisAplicávelISO/TS 22002- 1Aplicável
CIIProcessamento de produtos vegetais perecíveisAplicávelISO/TS 22002- 1Aplicável
CIIIProcessamento de produtos animais e vegetais perecíveis (produtos mistos)AplicávelISO/TS 22002- 1Aplicável
CIVProcessamento de produtos estáveis a temperatura ambienteAplicávelISO/TS 22002- 1Aplicável
DDIProdução de alimentos para animaisAplicávelPAS 222Aplicável
ISO/TS 22002-6Aplicável
DIIProdução de alimentos para outros animais de estimaçãoAplicávelPAS 222Aplicável
ISO/TS 22002-6Aplicável
DIIProdução de alimentos para cães e gatos.AplicávelISO/TS 22002- 1Aplicável
E  NovoCatering AplicávelISO/TS 22002-2Aplicável
FI NovoRetail AplicávelPAS 221Aplicável
G NovoGIPrestação de Serviços de Transporte e Armazenagem de Alimentos Perecíveis e Alimentos para AnimaisAplicávelNTA 8059Aplicável
GIIPrestação de Serviços de Transporte e Armazenagem de Alimentos em Temperatura Ambiente e Alimentos para AnimaisAplicávelNTA 8059Aplicável
IProdução de embalagens para alimentos e material de embalagemAplicávelISO/TS 22002-4Aplicável
KProdução de (bio)químicosAplicávelISO/TS 22002-1Aplicável

Fonte:  FSSC 22000, Part II – Requirements for Certification.

Auditorias Não Anunciadas

Nesta versão é obrigatória a participação da empresa no programa de auditorias não anunciadas. Este programa prevê que pelo menos uma auditoria durante o ciclo deva ser não anunciada, sendo que, o programa não pode ser aplicado às auditorias de primeira e segunda fase, bem como as de recertificação. De qualquer forma, a empresa também pode se candidatar voluntariamente à substituição de todas as auditorias anuais de acompanhamento por não anunciadas.  (Fonte: FSSC 22000, Part IV – Requirements for CBs)

Classificação das NC

Uma das novidades foi a inclusão das Não Conformidades Críticas. Essas serão emitidas quando a segurança dos alimentos for impactada diretamente durante a auditoria ou se a integridade do processo de certificação foi colocado em causa. Dentro do Anexo 3 – part 4 dos documentos do FSSC2200, estão descritas as ações que serão aplicadas mediante esta ocorrência, tais como:

– Quando uma Não Conformidade Crítica for aplicada a um local certificado, este certificado deverá ser suspenso imediatamente por um período de até 6 (seis) meses;

– Uma auditoria de follow up deverá ser conduzida pelo Organismo de Certificação dentro do prazo de 6 (seis) meses para verificar o fechamento da Não Conformidade Crítica;

– O certificado deverá ser retirado quando a Não Conformidade Crítica não for resolvida de forma eficaz dentro do prazo de 6 (meses);

– No caso de uma auditoria de certificação, a auditoria completa deve ser repetida.

Para maiores informações em relação aos requisitos e esquema de certificação da norma FSSC 22000v4, consulte o site do FSSC: clique aqui.

Aline Torrão

Aline Torrão

Auditora Líder em APCER Brasil
Responsável por Projetos AgriFood e auditora Líder ISO 9001, ISO 22000, HACCP e Global Markets Food – IFS na APCER Brasil Certificadora, Graduação em Nutrição e Pós-Graduação em Gestão da Qualidade e Produtividade. Experiência na área da Garantia da Qualidade, com ênfase em Indústria de Alimentos e Fast Food, tendo atuado principalmente nos seguintes temas: auditorias (1ª, 2ª e 3ª parte), desenvolvimento e implantação de SGSA, BPF e MAPA/ ANVISA.
Aline Torrão