tiago
Por tiago

Postura do Auditor

Gostaria de destinar este post para as empresas que não tiveram boas experiências em auditorias. Lembrei recentemente de uma visita que fiz em um cliente potencial para oferecer nossos serviços de consultoria em implementação da ISO 9001, pois eu tinha a informação que o Sistema de Gestão da Qualidade da empresa já havia sido certificado […]


Gostaria de destinar este post para as empresas que não tiveram boas experiências em auditorias.

Lembrei recentemente de uma visita que fiz em um cliente potencial para oferecer nossos serviços de consultoria em implementação da ISO 9001, pois eu tinha a informação que o Sistema de Gestão da Qualidade da empresa já havia sido certificado na ISO 9001:2000, então eu fui oferecer o serviço de adequação à ISO 9001:2008. Infelizmente não tive êxito, pois ele comentou que não tinha mais interesse em ter a re-certificação, pois tiveram péssimas experiências em auditorias anteriores e como ninguém exigia, ele não tinha interesse.

É de conhecimento de todos que o momento da auditoria e os dias que antecedem uma auditoria, sejam dias muito tensos para o colaborador, mas é assim que deve ser?

Quando o sistema de gestão da qualidade não está bem estruturado e amadurecido, pode ter certeza que a auditoria de certificação também não correrá bem, mas quando o Sistema de Gestão da Qualidade está em conformidade e os colaboradores devidamente treinados, não há com que se preocupar, pois apesar do frio na barriga, tudo estará sob controle.

A auditoria é simplesmente a verificação de conformidade do sistema, é quando o auditor avalia os processos e verifica se estão de acordo com a sistemática estabelecida dentro da norma ISO 9001.

Mas infelizmente em casos raros essa não é a realidade que encontramos em auditorias, talvez o problema não sejam os processos ou o colaborador a ser auditado, que na maioria dos casos está exercendo suas atividades corretamente e conforme descrito nas instruções de trabalho e procedimentos. O problema nesse caso é a postura de uma minoria de auditores que conseguem mudar todo o cenário da auditoria, fazendo comentários que não são pertinentes ao SGQ e perguntas sem sentido, tumultuando e criando um clima péssimo na auditoria, esquecendo que o trabalho dele não é confundir a cabeça do auditado e desenterrar não conformidades.

Importante lembrar que a grande maioria dos auditores que conhecemos, fazem da auditoria uma ferramenta importantíssima, pois além da auditoria, agregam valor, dão dicas construtivas e buscam constantemente oportunidades de melhoria.

Mas se por acaso você sentir que está em uma situação onde você tem argumentos reais de que o auditor não esteja tendo uma postura correta, você tem o direito de interromper a auditoria e exigir da certificadora contratada que disponibilize outro auditor para dar continuidade na auditoria.

Lembrando que cada vez mais as organizações estão implementando sistemas de gestão, não porque algum cliente importante exigiu o certificado ou porque terá um beneficio fiscal, mas sim porque buscam os benefícios dos mesmos.

Vamos aproveitar esse momento e fazer com que os Sistemas de Gestão tragam o máximo de benefícios para essas empresas, fazendo uma implementação de qualidade, conscientizando os colaboradores quanto aos seus benefícios e auditando o que realmente deve ser auditado.