Skip to main content
Tempo de Leitura: 4 minutos

A pesquisa anual sobre gestão de qualidade e certificação realizada pela Templum e ForLogic mostrou que, entre todos os desafios empresariais, o engajamento das pessoas é o principal deles. Com cerca de 1.000 participantes, no ano de 2022, 50.8% atribuíram problemas de engajamento com uma das maiores dificuldades. 

O engajamento empresarial, nada mais é que, um envolvimento real de todos os colaboradores para atingir os objetivos propostos pela organização, independentemente de qual seja. 

Sabemos que uma operação de alto nível em uma empresa é composta por três pilares fundamentais: processos, pessoas e tecnologia. Entretanto, quando falamos de sistemas de gestão e utilizamos a ISO 9001 como base, é comum o foco ficar somente nos processos e tecnologia, deixando as pessoas como papel secundário e trazendo o resultado apresentado na pesquisa. 

Como o assunto é super complexo, no Certifica Cast – o podcast que simplifica o tecniquês do mundo empresarial –, decidimos lançar uma série de 5 episódios nos quais iremos discutir o engajamento das pessoas sob diferentes perspectivas. 

E para começar a primeira rodada de discussão, os hots Igor Furniel e Dani Albuquerque, tem como convidada Sônia Padilha: psicóloga com mais de 23 anos dedicados à gestão de pessoas, diretora da Via Humanas, CEO da GP Result, conselheira da Associação Brasileira de Recursos Humanos em São Paulo, mentora, palestrante e escritora. 

Continue a leitura desta matéria para pegar os principais insights do episódio e aprender dicas práticas sobre como abordar o engajamento das pessoas de forma definitiva em sua empresa!

1ª Dica para engajamento das pessoas: envolva o RH nos projetos

Geralmente, o Recurso Humano não é convidado para participar da implementação dos projetos de gestão e ficam responsáveis apenas por questões burocráticas, obrigações trabalhistas e folha de pagamento. 

Porém, não podemos nos esquecer que: gestão tem a ver com gente! E que o RH é justamente o setor mais próximo aos colaboradores e com desenvolvimento da cultura empresarial. 

Portanto, tire o RH do papel de coadjuvante e coloque-o também como protagonista da realização dos projetos para que ele esteja ciente dos objetivos, conheça os próximos passos e consiga o engajamento das pessoas (desde do processo seletivo). 

2ª Dica para engajamento das pessoas: tenha uma comunicação eficaz

A lógica é bem simples: pessoas não engajam no que elas não conhecem ou não entendem.

Faça uma reflexão, será que todos os colaboradores sabem quais são os objetivos da sua empresa? Quais serão os caminhos para alcançá-los? Como cada um contribui para atingir a meta? Como será medido o desempenho e evolução? Quais serão os ganhos para a instituição e seus funcionários? Quais as consequências se os objetivos não forem alcançados? 

Se sua equipe tem as respostas para todas essas perguntas, parabéns! Você está no caminho certo para engajamento das pessoas. Porém, se faltou alguma resposta, a comunicação não está eficiente. Faça com que todos da empresa tomem conhecimento e entendam as questões envolvidas na macro e micro esfera. 

3ª Dica para engajamento das pessoas: implemente gradualmente

É normal que tenhamos uma certa resistência à mudanças quando o novo é desconhecido para nós. Por isso, aqui reforçamos a importância da dica apresentada no tópico anterior: invista na clareza da comunicação para que o projeto seja de conhecimento de todos. 

E, para que não seja uma mudança radical, de uma hora para outra, vá implementando gradualmente. Vai “preparando o terreno” aos poucos e deixando claro o quê e como será executado. 

Um ponto importante de ressaltar é sobre o perfil comportamental dos colaboradores. Sim, a empresa precisa de perfis complementares para manter o equilíbrio e entender diferentes pontos de vista.

Contudo, se no seu negócio existem mudanças constantes e não há uma continuidade, é fundamental que prevaleça perfis de colaboradores adaptáveis e que isso já esteja explícito logo durante o processo seletivo dos candidatos.  

4ª Dica para engajamento das pessoas: tenha líderes e não chefes

Não confunda liderança com chefia! A mudança de mentalidade sobre gestão de pessoas, organização das hierarquias e suas competências gerou nomes diferentes para o cargo. 

O termo “chefe” é utilizado para designar um profissional que possui maior conhecimento técnico, certa autoridade dentro de uma hierarquia e que determina as atribuições dos seus subordinados. Além disso, a principal preocupação do chefe é alcançar as metas e resultados independente de qualquer problema, mantendo a estrutura dos processos.

Já a figura do líder é relacionada com a inspiração. A pessoa que lidera entende que as pessoas possuem competências que precisam ser gerenciadas e que elas possuem necessidades e comportamentos distintos. 

O líder apresenta o seu ponto de vista, as suas motivações, está disposto a ensinar e se mostra aberto a aprender para que as pessoas trabalhem junto com ele. E não tenha dúvidas, este ambiente mais democrático e acolhedor, gera mais engajamento das pessoas!

O processo de implementação é topping down porque é uma decisão estratégica que parte da diretoria e são disseminadas em todas camadas da empresa. Todavia, os projetos são multidisciplinares e não tem salvador da pátria, ou seja, cada um possui determinadas habilidades e todos precisam ter clareza dos seus papéis e responsabilidades. 

5ª Dica para engajamento das pessoas: motive e reconheça os desempenhos

Quinta e última dica, mas não menos importante! Para conquistar o tão sonhado engajamento das pessoas, é imprescindível que todos os colaboradores da empresa se sintam motivados. E para isto, a melhor estratégia é reconhecer o seu desempenho! 

Bonificações, mudança de cargo e aumento de salários são formas de valorizar o bom trabalho realizado. Mas se você acha que o reconhecimento financeiro é a única forma possível, saiba que você está bem enganado. 

Sim, existem ótimas recompensas que não geram custo nenhum para empresa! Preze pela qualidade de vida de seus funcionários, reconheça os resultados alcançados (mesmos os pequenos), exponha e comemore as conquistas.

O mundo mudou e nós empresários, independente da área, tamanho e segmento, precisamos nos atualizar. Na maioria das vezes estamos tão preocupados com os processos e resultados, que não damos a importância necessária ao desenvolvimento da cultura de engajamento das pessoas.  

Lembre-se: quando eu me sinto parte do grupo, eu dou o meu melhor sempre!

Se você deseja aprender mais sobre como melhorar o engajamento das pessoas com soluções aplicáveis, te convidamos a assistir na íntegra a série do podcast Certifica Cast. Clique aqui e assista! 

Camila Marcocci

Marketing na Templum Consultoria