gestão por resultados
Felippe Baena
Por Felippe Baena

Gestão de Resultados – 5 dicas para tomar decisões com base em dados.

0.0 00 Precisa tomar uma decisão para o seu negócio? “Show me the data” mostre-me os dados, assim que a maioria das empresas tomam decisões, a gestão de resultados está pouco apoiada no instinto ou experiência e muito apoiado nos dados, importantíssimo para crescer com sustentabilidade e qualidade. Sem tempo pra ler? Gestão de Resultados: […]


Tempo de Leitura: 3 minutos

Precisa tomar uma decisão para o seu negócio? “Show me the data” mostre-me os dados, assim que a maioria das empresas tomam decisões, a gestão de resultados está pouco apoiada no instinto ou experiência e muito apoiado nos dados, importantíssimo para crescer com sustentabilidade e qualidade.

Sem tempo pra ler?

Gestão de Resultados: 5 dicas para tomarem decisões com base em dados:

1ª Dica: Indicador de Processos

Caso a empresa tenha processos bem definidos, para cada processo da sua empresa estabeleça de dois a três indicadores que mostre se você está fazendo (bem ou mal) aquela parte do processo, muito importante, além de medir o placar do jogo você medir o volume do jogo, será que o time está correndo o que deveria correr?….Será que os passes estão corretos ou errados?….É mais bola aérea ou mais bola por baixo?… A Análise desses indicadores vai permitir que você ajuste processo para que eles produzem melhores resultados, será que isso basta!!…vamos para segunda dica.

2ª Dica: Indicador de Negócios

Definir com clareza os indicadores de negócio, quando pensamos em negócio, podemos dizer que estamos elevando o nível para indicadores mais estratégicos, importante escolher de três a quatro que vão dar uma visão mais geral do “placar do jogo”, algumas dicas para identificar esses indicadores, primeiramente veja se seus objetivos estratégicos estão bem definidos (Aqui pode submeter o artigo de planejamento estratégico) e geralmente esses indicadores estão relacionados com vendas, receitas, despesas, resultados.

3ª Dica: Medir ação de Melhoria

No decorrer das atividades é muito comum promovermos ações que visem a melhoraria de um determinado processo, caso promova esse ajuste e não mede se aquele ajuste que promoveu causou o efeito que você esperava, ao longo do tempo você vai perdendo o histórico, desta forma, você não sabe se tomou a melhor ou a pior decisão!…importante esse acompanhamento e análise se as ações de melhoria estão sendo eficaz, uma analogia que trago, não podemos aumentar a velocidade da esteira e acharmos que estamos produzindo mais, a velocidade pode até aumentar a produção, mas se não medirmos num determinado período se esse aumento de velocidade está dando por exemplo mais manutenção, comprometendo outros componentes, maior desgaste, teremos apenas uma ilusão que a produção aumentou mas os gastos que não enxergamos quando não medimos estão corroendo toda margem desse aumento da produção.

4ª Dica: Periodicidade

Qual o tempo ideal para que faça a coleta de informação?…não existe uma resposta certa, vai depender muito de como gerencia seu negócio, geralmente para indicadores de processos podemos ter uma periodicidade mais curta (diárias, semanais, quinzenais..) e para os indicadores de negócios podemos pensar na periodicidade mais longa (mensal, bimestral, trimestral…), fundamental descobrir o ideal para o seu negócio, caso perceba que esteja excessivo ou que deveria medir com mais frequência, não abandone a medição, apenas corrija e continue medindo, também a periodicidade é “viva” durante um tempo de medições pode ser que essa periodicidade deva sofrer reajustes o que é muito comum.

5ª Dica: Publicidade

Talvez aqui a maior quebra de paradigmas, muitas empresas brasileiras não gostam de divulgar indicadores, mas nossa dica é que você divulgue para toda “comunidade”, para todos aqueles que trabalhe para você, mas é importante que eles entendam qual o resultado através dos indicadores do processo que eles produzem, caso seja um paradigma forte para empresa, divulgue inicialmente os indicadores de processos e quando se sentirem confortáveis, divulgue os indicadores de negócios, afinal os resultados obtidos nos indicadores são especialmente ações operacionalizadas por seus colaboradores nada mais certo que eles compreenderem os resultados daquelas atividades.

Portanto, uma ultima dica que posso dar “O que pode ser medido, pode ser melhorado” – Peter Drucker, estamos na era dos dados, cada vez mais crescem empresas que estudam os dados de outras para tomadas de ações, toda empresa gera dados, caso sua empresa não toma ações através deles, garanto que sua gestão de resultados está sendo baseada em histórico ou instinto e sua direção estará a cargo do “achismo”, veja o perigo para o seu negócio, tomar decisão com base em dados é fundamental para que cresça de forma sustentável e terá mais controle sobre a gestão de seus resultados.

Conheça a Templum