Grande parte das dúvidas respondidas pelos especialistas em PBQP-H da Templum é sobre o controle de materiais e serviços, por isso escolhemos o tema para começar nosso guia para solucionar problemas no PBQP-H.

Serviços e materiais controlados na prática

Na prática, um serviço ou material só pode ser considerado controlado se tiver procedimentos definidos para execução, inspeção, recebimento e armazenagem (quando aplicáveis).

Os documentos de controle de serviços devem conter instruções passo a passo, especificações técnicas e os treinamentos necessários para o serviço contratado. Todos os funcionários e terceiros envolvidos neste processo devem ser treinados. O treinamento pode ser ministrado por funcionários da própria obra, caso sejam capacitados.

Dica: A Templum tem tudo pronto para você conquistar o PBQP-H com rapidez e baixo custo.

Como fazer o controle de serviços e materiais no PBQP-H

Passo 1: Defina a lista de serviços. 
O SiAC cita os 25 serviços que devem ser controlados. Caso a construtora não execute algum destes serviços ela poderá excluí-los. Caso ela tenha que controlar mais algum serviço, por exigência do cliente ou por necessidade da construtora, os mesmos procedimentos de controle devem ser adotados. Assim se forma a lista de serviços controlados.

Passo 2: Defina a lista de materiais
Os materiais serão definidos a partir da lista de serviços controlados. Para cada serviço, são definidos os materiais utilizados, e assim se forma a lista de material controlado.

Passo 3: Formule os documentos de controle
Escreva os procedimentos de execução para cada serviço controlado e um procedimento para aquisição de todos os materiais. Lembre-se: é obrigatório incluir as especificações técnicas nos documentos de compra, veja o exemplo:

AÇO PRONTO· Tipo de aço (CA-50, 25, 60)
· Quantidade
· Corte e dobra de acordo com projeto estrutural
· Norma técnica pertinente (NBR-7480- barras e fios de aço destinados a armaduras para concreto armado)

O procedimento de execução de serviço deve conter instruções passo a passo para garantir que o serviço seja executado da mesma forma por todos operários da obra. Treine todos os funcionários da obra no procedimento elaborado.

Passo 4: Defina critérios de inspeção para cada serviço e material controlado.
Os critérios de inspeção de materiais devem indicar dimensões, quantidades, dados da nota fiscal, aspectos gerais e ensaios necessários.

Os critérios de inspeção de serviços são baseados nas características técnicas de cada serviço.

Passo 5:  Crie um procedimento para o armazenamento correto de cada um dos materiais.
Por exemplo, o controle do cimento deve especificar a NBR, o tipo (I, II, II, IV ou V), a classe (25, 32 ou 40), instruções de armazenamento, empilhamento máximo e assim por diante.

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha tem 17 anos de experiência prática e atuou na Templum Consultoria criando conteúdo, desenvolvendo sites e outros apetrechos tecnológicos.
Ricardo Tocha