Skip to main content
Tempo de Leitura: 3 minutos

Nós, da Templum Consultoria, somos fã da análise SWOT. Aplicamos ela internamente como incentivamos fortemente nossos clientes a desenvolverem a matriz para conhecer a fundo o seu cenário interno e externo.

Cada empresa tem um contexto diferente e conhecê-lo fará toda diferença para se alcançar o sucesso pretendido.

Download: Planilha Análise SWOT

Lembre-se, um planejamento estratégico é feito uma vez por ano ou uma vez a cada dois anos, não é algo que muda rotineiramente, logo se cercar das melhores ferramentas diminui o risco de falhar neste processo. Vamos em busca de entender, o que é, como, porque a SWOT é tão importante.

O que é análise SWOT?

A análise SWOT é uma ferramente estratégica feita para analisar fatores internos e externos inerentes a uma organização. Trata-se de um anagrama, onde cada letra tem um significado:

  • S – Strengths (Pontos Fortes);
  • W – Weaknesses (Pontos Fracos);
  • O – Opportunities (Oportunidades);
  • T – Threats (Ameaças).

É muito comum as pessoas se confundirem no momento da sua elaboração, confundindo pontos fortes com oportunidade ou pontos fracos com ameaças. Por isso, vamos esclarecer estes conceitos para utilizarmos a ferramenta da melhor forma possível.

Análise Interna

Representados pelas letras “S” e “W”, esta parte da análise indica o levantamento dos pontos fortes e fracos internos de sua organização.

Se fosse para utilizar outro termo para esta fase a chamaria de “Etapa do Autoconhecimento”. Neste momento, levantamos o que a empresa tem de melhor (pontos fortes) e o que ainda precisa ser melhorado (pontos fracos).

Neste ponto, o ideal é olhar diretamente para os processos da empresa. Identifique o que tem de melhor, as vezes seu processo produtivo é ágil e tem ótimos controles de qualidade, porém seu time de vendas não é capacitado e não cumpre as metas.

Imediatamente, o gestor inteligente irá se dotar de um plano de ação para aprimorar o ponto fraco e maximizar o ponto forte. Afinal, produto bom com vendedor mal treinado não é uma boa combinação.

Análise Externa 

Identificado através das letras “O” e “T”, esta etapa avalia quais são as oportunidades e ameaças encontradas no ambiente externo.

Novas oportunidades surgem todos os dias. Novos mercados, novas tecnologias, são apenas alguns dos exemplos que podem surgir.

Mas, lembre-se: por mais que algumas oportunidades pareçam ótimas, uma análise detalhista pode auxiliar os gestores a escolherem as melhores opções. As vezes, o que parece uma oportunidade, pode ser mais uma perda de tempo. Conheça seu mercado e seu público, isto ajudará na hora de focar no que é importante.

Identificar ameças teoricamente é mais fácil, pois elas são gritantes e vem de contra ao negócio principal de uma organização. Porém, existem também aquelas ameaças mais difíceis de prever, como, por exemplo, a alteração de alguma legislação ou um imposto que afeta consideravelmente o seu bolso e do cliente.

Existem ameaças macros (exemplo: crise econômica nacional) e micros (exemplo: ações e atitudes de seus concorrentes). Todas devem ser monitoradas, ainda que afetem indiretamente sua organização.

Como integrar a análise SWOT no meu planejamento estratégico?

Alguns atribuem a análise SWOT como uma etapa do planejamento estratégico. Sua praticidade em fornecer uma representação visual, facilita e muito o processo de análise para qualquer pessoa.

Planejamento estratégico é o principal norte para tomada de decisão. Por isso, integrar a matriz SWOT ao seu planejamento estratégico pode aumentar as chances de decisão corretas, pois a ferramenta faz com que os gestores se norteiem de dados e informações importantes.

Vamos praticar!

Talvez você nunca tenha utilizado esta ferramenta ou já usou e por algum motivo parou. Ferramentas como estas já estão validadas e testadas por milhares de empresários no mundo todo.

Para te motivar a usar esta metodologia, veja a frase do general Sun Tzu no livro “A arte da guerra”:

planejamento-estrategico-analise-swot

Não sei se o general Sun Tzu utilizava a análise SWOT rsrsrs… mas, com certeza, ele entendia a importância de entender os pontos forte e fracos de seu exército, para assim aproveitar as melhores oportunidades e minimizar os riscos das ameaças.

Como utilizar?

Nossa especialista, Daniela Albuquerque, escreveu um post muito legal ensinando a elaborar uma matriz SWOT.

Além disso, estamos disponibilizando para download uma versão de uma Planilha para elaborar uma análise SWOT.

 

Guilherme Alonço

Guilherme Alonço

Um bom conteúdo pode transformar uma empresa! Conteudista da Templum Consultoria e apaixonado por assuntos e notícias que englobam o mundo dos negócios, ajudo empresas a alcançarem seu potencial máximo e enxergarem as melhores oportunidades.