global market IFS FSSC consultoria
Patricia Moyano
Por Patricia Moyano

O que é Global Markets Programme?

O Global Markets Programme (GMP) ou programa de mercados globais foi lançado em 2008 pela Global Food Safety Initiative (GFSI). A fim de ajudar as empresas pequenas ou menos desenvolvidas a obterem a certificação em esquemas de segurança de alimentos completos e reconhecidos internacionalmente.


Tempo de Leitura: 4 minutos

O Global Markets Programme (GMP) ou programa de mercados globais foi lançado em 2008 pela Global Food Safety Initiative (GFSI). A fim de ajudar as empresas pequenas ou menos desenvolvidas a obterem a certificação em esquemas de segurança de alimentos completos e reconhecidos internacionalmente. Atualmente as certificações dos Sistemas de Gestão de Segurança de Alimentos (SGSA) são consideradas essenciais para comercializar produtos tanto no mercado nacional quanto no internacional. Mas infelizmente essas certificações não estão ao alcance de todas as empresas.

Novas oportunidades e o objetivo máximo

Por esse motivo, o GMP procura impulsar pequenas empresa que, embora não estejam prontas para certificar um sistema de gestão completo, podem ir melhorando continuamente e ir atingindo níveis cada vez mais elevados até alcançar a certificação com reconhecimento internacional. A cada nível alcançado são abertas oportunidades para novos mercados. Isso permite um crescimento gradual da empresa. As principais oportunidades de mercado que surgem são para fornecer a grandes organizações de bens de consumo e redes de varejo, especialmente com a produção de marcas próprias.

O objetivo máximo é que a empresa certifique o Sistemas de Gestão de Segurança de Alimentos por um programa reconhecido pelo GFSI. Por exemplo FSSC, IFS ou BRC. Isso seria chegar no topo da montanha, onde o Global Markets, com seus os 2 níveis sequenciais, forma parte da base. Cada bloque de requisitos, quando atendidos, deixam mais próxima à organização da certificação final. Por exemplo, uma empresa que atenda integralmente o nível básico do GMP terá implementado um 35% do total requerido para certificar o Sistema de Gestão de Segurança de Alimentos. E se atender o nível intermediário, cumprirá com 65% dos requisitos para a certificação. Aproveite e conheça a diferença entre os programas do GFSI.

Grafico niveis do global market GFSI

Esse programa, que estabelece uma parceria entre fornecedores e clientes, tem ajudado no crescimento de muitas empresas pouco desenvolvidas. Assim, já seja por falta de recursos de infraestrutura ou falta de conhecimento em segurança de alimentos.

No Mundo

Então, depois do lançamento, em 2008, do Global Markets Programme vários projetos surgiram no mundo todo para dar apoio à sua implantação e com o objetivo de integrar mais fornecedores ao mercado global. O alcance dos projetos foi desde os produtores na África do Sul até grandes varejistas da Ásia, passando pelas redes de supermercados da Europa e fabricantes de marcas próprias na América do sul, essa propagação mundial consolidou as bases do programa e mostrou resultados muito positivos para todos os envolvidos.

No Brasil

No Brasil as empresas que apoiam o GMP são grandes organizações de bens de consumo cujos produtos possuem uma importante presença no mercado e por esse motivo seus fornecedores devem cumprir com requisitos de segurança de alimentos. Entre essas grandes organizações temos a Nestle, a Danone, a General Mills e a Mondelez. Mas não somente os fabricantes aderem ao GMP, muitas empresas que formam parte da rede de distribuição de alimentos como Walmart, Carrefour também o apoiam, principalmente como estratégia para desenvolver pequenas empresas que produzem suas marcas próprias.

Em função de todos esses benefícios, o programa Global Markets é o caminho que as empresas estão tomando para se estabilizar no mercado cada vez mais competitivo. Para isso existe uma série de passos a seguir até alcançar a meta final, a certificação do Sistema de Gestão.

Passos para certificação

O primeiro passo é realizar uma autoavaliação da empresa em relação ao cumprimento dos requisitos do GMP, para determinar o nível de entrada no programa. Essa autoavaliação pode ser realizada por um colaborador capacitado da própria empresa ou por uma empresa especializada como a TEMPLUM consultoria. Por isso, disponibilizamos uma autoavaliação resumida no lado direito da sua tela…

A entrada da empresa no programa pode ser no nível básico ou diretamente no nível intermediário. Se a empresa que não conseguir atender os requisitos mínimos para o nível básico, recomendamos procurar a ajuda dos especialistas da TEMPLUM consultoria.

Então, uma vez aprovados no nível básico ou intermediário do programa, a empresa deve avançar para o segundo passo. Ou seja, trabalhar para implementar e atender os requisitos do próximo nível. Isso faz parte do princípio de melhoria contínua que a empresa deve ter.

Desse modo, o terceiro passo, quando os requisitos do Sistema de Gestão de Segurança de Alimentos já tenham sido implementados na sua totalidade, a empresa deve solicitar as auditorias de certificação em algum dos esquemas reconhecidos pelo GFSI, por exemplo FSSC, IFS ou BRC.

níveis do global market GFSI IFS FSSC

Assim, a cada nível alcançado no Global Markets Programme, os requisitos ficam mais exigentes e complexos de aplicar e pode que seja necessário a ajuda de especialistas. Na TEMPLUM consultoria também podemos dar suporte para sua empesa com isso, entre em contato com a gente pelos canais disponíveis no nosso site. Ficaremos felizes de poder ajudar. 😉

 

[Post] Segurança dos alimentos: Confira quais são as diferenças entre os níveis do Global Markets?

 

Patricia Moyano

Formada em Microbiologia pela UNRC na Argentina, e apaixonada pela inocuidade dos alimentos. Diplomada em MBA de Negócios e Empreendedorismo pela UFJF-MG,
Especialista em Segurança de Alimentos e auditora líder FSSC 22000 pela SGS Academy. Possui mais de 8 anos de experiência na gestão da qualidade e segurança dos alimentos.
Patricia Moyano