Patricia Moyano
Por Patricia Moyano

Quais são as diferenças entre os níveis do Global Markets?

O Global Markets Programme (GMP) ou programa de mercados globais foi criado pelo GFSI (Global Food Safety Initiative) para ajudar as pequenas e médias empresas a obterem uma certificação em esquemas de segurança de alimentos reconhecidos internacionalmente. Dividido, para melhor compreensão em dois níveis: básico e intermediário. Mas quais as diferenças entre os níveis do Global Markets então?


Tempo de Leitura: 3 minutos

Global Markets Programme (GMP) ou programa de mercados globais foi criado pelo GFSI (Global Food Safety Initiative) para ajudar as pequenas e médias empresas a obterem uma certificação em esquemas de segurança de alimentos reconhecidos internacionalmente. Dividido, para melhor compreensão em dois níveis: básico e intermediário. Mas quais as diferenças entre os níveis do Global Markets então?

Essa necessidade surgiu nos últimos anos a partir da globalização dos mercados e a internacionalização de empresas e produtos. Assim, essa integração mundial tem levado matérias primas e alimentos dos mais variados e exóticos de um extremo ao outro do planeta. E junto a eles os riscos à saúde do consumidor por falta de um sistema de gestão que garanta a segurança do produto. Por esse motivo cada vez mais, as grandes empresas pressionam aos fornecedores para se ajustar as exigências do Global Markets Programme. Como uma forma de garantir produtos seguros ao longo de toda a cadeia de produção de alimentos.

O GMP procura marcar o caminho para que essas empresas desenvolvam, gradualmente, o sistema de gestão antes de alcançar o topo da pirâmide com a certificação do Sistema de Gestão de Segurança de Alimentos. O programa está dividido em dois níveis, cuja diferença é o grau de exigência. No primeiro nível ou nível básico a empresa tem como objetivo implementar processos básicos de gestão e as boas práticas de fabricação (BPF). Enquanto o nível intermediário aponta à criação metodologias e documentos para padronizar e manter esses procedimentos. Além de desenvolver a análise e controle dos possíveis perigos do processo de produção.

níveis do global market FSSC IFS basico intermediario

Sobre as diferenças entre os níveis do Global Markets

A cada nível alcançado são abertas novas oportunidades para diversos mercados, isso permite um crescimento gradual e sólido da empresa, tanto na gestão quanto nos lucros. É por isso que cada vez mais empresas procuram se adequar às exigências do Global Markets Programme, para fornecer para grandes organizações de bens de consumo e redes de varejo, especialmente com a produção de marcas próprias.

As exigências que a empresa tem que cumprir, para atender qualquer um dos níveis do Global Markets Programme, estão divididos em 3 grupos de requisitos: Requisitos do Sistema de gestão, Requisitos de Boas Práticas de Fabricação e Requisitos para o Controle de Perigos. A lista deles e o nível onde são exigidos são mostrados na tabela abaixo.

Gráfico das exigencias do global market

A tabela acima lista O QUE é exigido pelo programa em cada nível. Mas a dificuldade da maioria das empresas é saber o COMO atender cada exigência.  Isso porque não há somente uma forma, cada empresa tem que encontrar o caminho mais adequado que esteja de acordo com o processo de produção, os produtos e os recursos disponíveis. Então, se você ainda tem dúvidas de como implementar, entre em contato com a TEMPLUM consultoria. Ficaremos felizes de poder ajudar. 😉

Patricia Moyano

Formada em Microbiologia pela UNRC na Argentina, e apaixonada pela inocuidade dos alimentos. Diplomada em MBA de Negócios e Empreendedorismo pela UFJF-MG,
Especialista em Segurança de Alimentos e auditora líder FSSC 22000 pela SGS Academy. Possui mais de 8 anos de experiência na gestão da qualidade e segurança dos alimentos.
Patricia Moyano