Skip to main content
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Um dos assuntos corporativos em voga é a gestão do capital humano de uma organização, graças principalmente à publicação de guias e listas das melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Nelas são mostradas as ferramentas que as campeãs estão utilizando pra dar aos funcionários as melhores condições de trabalho possíveis.

Entre os destaques está o ambiente corporativo. Ter um bom ambiente de trabalho faz bem tanto ao empregado quanto à empresa como um todo, já que ele quando está feliz produz mais e melhor, além de tratar clientes e fornecedores com maior cordialidade.

E tem mais: funcionários satisfeitos adoecem menos, fazendo a empresa gastar menos com planos de saúde, medicamentos e diminuindo os prejuízos com faltas e retrabalhos.

Mas como é um ambiente corporativo saudável?

Além de ser um local físico agradável, com temperatura e umidade amenas, um bom escritório deve dar ao colaborador todas as ferramentas de trabalho. Por isso é necessário ter em mente os 5s, principalmente o senso de limpeza, já que um bom tempo é desperdiçado ao se procurar documentos, por exemplo.

A relação entre as pessoas dentro do escritório também deve ser saudável – e isso pode ser treinado e incentivado com dinâmicas, reuniões informais, programas de integração, entre outros. O chefe que grita, humilha o funcionário e não reconhece os resultados alcançados está em extinção, dando lugar àquele que sabe cobrar sem precisar levantar a voz ou socar a mesa. O bom chefe é o facilitador, que faz o possível para deixar a vida do colaborador mais fácil para realizar o trabalho da melhor forma.

A cultura da organização deve sempre levar em conta a satisfação da equipe de funcionários. Afinal, os benefícios são aproveitados pela empresa como um todo.

Daniela Albuquerque

Diretora Técnica na Templum Consultoria