Daniela Albuquerque
Por Daniela Albuquerque

Gestão de Fornecedores. Qual é a sua estratégia?

Gestão de fornecedores é um dos temas mais estratégicos de uma organização. Neste artigo iremos discorrer sobre os “porquês” de uma organização gerir estes relacionamentos e como ela pode estabelecer critérios para avaliar e estabelecer vínculos com novos parceiros. 


Muito se fala na importância dos fornecedores para a competitividade das empresas. Mas será que somente preços baixos é o fator mais importante a ser considerado na hora de fazer negócios?

Esta pergunta pode ser respondida ao longo de um relacionamento com determinado fornecedor, onde se pode observar um alto índice de problemas com produtos, entregas e demais fatores negativos.

Dica de leitura: A qualificação de fornecedores segundo a ISO 9001:2015

Neste cenário, surge a necessidade de se criar critérios e processos para escolher os fornecedores mais adequados. Mas e você, utiliza qual estratégia para a gestão de relacionamento com seus fornecedores? Veja maiores detalhes a seguir e entenda a importância deste assunto.

Porque gerenciar o relacionamento com fornecedores?

Atualmente a gestão de fornecedores tem ganhado cada vez mais poder na estratégia de muitas empresas que buscam pelo sucesso sustentado. E a prova disso é que cada vez mais empresas tem valorizado a gestão de suas cadeias de fornecimento, por já enxergarem a importância do fornecimento adequado de matéria-prima e insumos para atender a demanda de seus clientes.

Assim, a gestão de fornecedores se apresenta como uma estratégia necessária para a conquista de melhores preço e prazos, além de redução de custos para a companhia e um diferencial competitivo.

Além disso, a gestão eficiente do relacionamento de fornecedores possibilita algumas das seguintes vantagens:

  • Redução de impacto negativo em processos e produtos
  • Ausência ou redução de falhas
  • Estabelecimento de metas mais ousadas para avanço da empresa
  • Maior segurança para cumprir prazos com os clientes.

Avaliando fornecedores

Diversas são as maneiras de se avaliar um fornecedor antes de uma escolha. Dentre as ações mais comuns, está o uso de um questionário que deve ser preenchido conforme os pontos considerados mais importantes pela empresa.

Cada empresa pode utilizar os critérios considerados mais importantes para suas estratégias. No entanto, os pontos mais comuns que costumam ser avaliados são:

Critérios gerais:

  • Qualidade na prestação do serviço
  • Agilidade de entrega
  • Disponibilidade de produto
  • Flexibilidade para mudanças em pedidos em termos de especificação, prazo de entrega e quantidade.
  • Preço justo e de acordo com o mercado

Critérios específicos:

  • Experiência do fornecedor em seu ramo de atuação
  • Respeito por normas de segurança, meio-ambiente e saúde
  • Certificações (ISO, entre outras) da empresa fornecedora;
  • Sigilo de informações;
  • Tecnologias adequadas
  • Localização do fornecedor.

Com base nas informações acima, cabe a cada empresa estipular o peso de cada critério em suas avaliações. Após este procedimento, recomenda-se criar um questionário para avaliar os critérios em cada um de seus fornecedores e assim descobrir quais são os mais adequados para atender a sua empresa.

Para auxiliar nesta tarefa, a ISO 9001 conta com um questionário de avaliação, onde cada fornecedor recebe notas em diversos critérios. Se o fornecedor superar, por exemplo 70% em sua nota, então ele estará apto para fornecer seus produtos/serviços à empresa. Caso fique com uma nota entre 50 e 70%, então recomenda-se realizar uma auditoria local, conforme estipulado pela ISO 9001.

Avaliação periódica

De tempos em tempos, deve ser realizada uma reavaliação do fornecedor para verificar que ele ainda está apto a continuar fornecendo seus produtos/serviços para sua empresa.

Para essas reavaliações, recomenda-se observar a conformidade dos produtos entregues, os prazos e até mesmo a agilidade quanto à troca de produtos em garantia. Fornecedores que descumprem os acordos, passam a perdem pontos e assim podem ser cancelados de sua lista de cadastros.

Ter uma gestão eficiente com fornecedores pode trazer parcerias que irão possibilitar alcançar o sucesso sustentado por meio de custos e prazos menores, melhor qualidade nos produtos/serviços e consequentemente a satisfação do cliente final. Além disso, todo processo de avaliação, possibilita também controlar os impactos negativos que a escolha incorreta de um fornecedor pode trazer para o seu negócio.

Mas vale ressaltar que é fundamental avaliar constantemente os seus fornecedores, afim de garantir o atendimento das necessidades de sua empresa e assim alcançar resultados cada vez mais positivos nos negócios.

E você, como faz a gestão do relacionamento com seus fornecedores?

Segue uma dica final!

Com a ISO 9001 as organizações são orientadas a criar uma sistemática para fazer a gestão dos fornecedores. Com um Sistema de Gestão da Qualidade implementado é possível estabelecer formas e meios de gerenciar, planejar e controlar este relacionamento e garantir o sucesso nesta área estratégica.

O que uma certificação ISO pode causar em minha empresa?

Leia o e-book Certificação ISO para empresários e conheça os benefícios da certificação. Para acessar, basta preencher corretamente o formulário abaixo!


O

 

Compartilhe conosco, comentando abaixo:

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Sócia e Especialista Chave em Templum Consultoria
Por ser apaixonada por qualidade e melhoria contínua de negócios e pessoas sou a Sócia Responsável pelo Sucesso do Cliente na Templum por meio de mentoria e treinamento interno das equipes de consultores e atendimento ao cliente e da elaboração de produtos, treinamentos e conteúdos que permitem o fortalecimento das empresas.
Formada em Comunicação Social, MBA em Gestão de Negócios e especialista em Sistemas de Gestão Integrada.
Daniela Albuquerque