Daniela Albuquerque
Por Daniela Albuquerque

ISO 9001 e ações preventivas: dificuldades na utilização

A ISO 9001 exige que no processo de melhoria contínua sejam definidas ações preventivas para eliminar as causas de não-conformidades potenciais, de forma a evitar a sua ocorrência. Porém, o que notamos é que normalmente as empresas têm muita dificuldade em encontrar e registrar as ações preventivas. Mas por que será que existe esse bloqueio? A […]


A ISO 9001 exige que no processo de melhoria contínua sejam definidas ações preventivas para eliminar as causas de não-conformidades potenciais, de forma a evitar a sua ocorrência. Porém, o que notamos é que normalmente as empresas têm muita dificuldade em encontrar e registrar as ações preventivas.

Mas por que será que existe esse bloqueio?

A dificuldade acontece porque não temos o hábito de analisar criticamente os nossos processos para conseguir detectar desvios que possam interferir no resultado esperado de nossa operação. Então vivemos “apagando os incêndios” que aparecem em nossa rotina e ficamos sem tempo para conseguir implementar ações eficazes de melhoria em nossa empresa.

O que podemos fazer para mudar essa realidade?

Em primeiro lugar, disposição! Analisar situações criticamente é uma prática que requer tempo, preparação e esforço e por isso precisa ser planejado com cuidado. Não tem como ser realizado em qualquer hora e de qualquer forma. Também é necessário conhecimento. Portanto, para uma análise crítica e objetiva é necessário que estejam presentes pessoas que participam do processo e conhecem os resultados esperados e os resultados obtidos.

Então, com essas duas ferramentas em mãos, disposição e conhecimento, é possível iniciar o hábito de uma rotina voltada para ações preventivas, mas não termina por aí…

Ainda é necessário treinar essa habilidade

– Uma boa maneira de começar esse exercício é através de ferramentas como brainstorming;
– Faça reuniões periódicas com cada área da organização;
– Elabore um fluxograma dos seus processos e discuta com as pessoas envolvidas cada etapa.

Se no começo for difícil encontrar não-conformidades potenciais, não desista. Exercite-se e observe que a cada encontro realizado, ficará mais fácil gerar as ações preventivas. E dessa forma você deixará de perder tempo com a resolução de problemas e terá mais foco em situações que realmente agregam valor para a sua organização.

Bom trabalho!

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Sócia e Especialista Chave em Templum Consultoria
Por ser apaixonada por qualidade e melhoria contínua de negócios e pessoas sou a Sócia Responsável pelo Sucesso do Cliente na Templum por meio de mentoria e treinamento interno das equipes de consultores e atendimento ao cliente e da elaboração de produtos, treinamentos e conteúdos que permitem o fortalecimento das empresas.
Formada em Comunicação Social, MBA em Gestão de Negócios e especialista em Sistemas de Gestão Integrada.
Daniela Albuquerque