Neifer França
Por Neifer França

O sistema de gestão após a certificação

Após todo o processo de implementação do sistema de gestão e a certificação, o grande desafio é a manutenção desse sistema. O acompanhamento contínuo, a atenção aos prazos e os treinamentos periódicos, fazem da manutenção do sistema de gestão um item crítico que deve ser acompanhado. Na ISO 9001, por exemplo, processos básicos devem ser […]


Após todo o processo de implementação do sistema de gestão e a certificação, o grande desafio é a manutenção desse sistema. O acompanhamento contínuo, a atenção aos prazos e os treinamentos periódicos, fazem da manutenção do sistema de gestão um item crítico que deve ser acompanhado.

Na ISO 9001, por exemplo, processos básicos devem ser avaliados e acompanhados para o sistema de gestão da qualidade estar sempre ativo, podemos destacar: a auditoria interna, análise crítica pela direção, treinamentos, controle de documentos, entre outros.

A organização certificada em normas como a ISO 14001 e OHSAS 18001, além de se atentar aos itens citados, deve ter acompanhamento contínuo dos controles operacionais, avaliação do atendimento da legislação aplicável, bem como todos os processos com controle periódico de saúde, segurança e meio ambiente.

Os processos acima são apenas alguns exemplos de requisitos que a organização deve seguir dentro do ciclo PDCA (“Plan, Do, Check and Act”), sempre observando as etapas de planejamento, execução, verificação e ação – seguindo a norma de referência de acordo com o sistema de gestão implementado e com auditorias periódicas do organismo de certificação, para atestar a manutenção desse processo.

A certificação é apenas o ponto de partida para a organização orientar seus processos de acordo com a norma de referência. O grande desafio é manutenção destes para o alcance da melhoria contínua, através do envolvimento da organização e comprometimento da alta direção e seus representantes.