Daniela Albuquerque
Por Daniela Albuquerque

Representante da direção (RD): Qual o seu papel na implementação da ISO 9001?

O Representante da direção deixou de ser uma exigência normativa na ISO 9001:2015. Apesar disso, algumas organizações ainda defendem a utilização de uma figura central no processo de implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade. Veremos ao longo do texto, qual o papel do RD e como ele contribui para o sucesso da organização. 


Anteriormente no inicio do processo de implementação da ISO 9001 era exigido que a empresa determinasse uma pessoa que, independente de outras funções, iria desempenhar a função do Representante da Direção (RD) no Sistema de Gestão da Qualidade. Porém, na versão ISO 9001:2015 não existe mais esta obrigatoriedade. Isto, na verdade, foi uma quebra de paradigma, pois agora a norma pede um maior envolvimento da Alta Direção. Agora a Alta Direção tem responsabilidade direta com o sucesso do SGQ.

Ainda que a escolha do RD não seja mais um item normativo, muitas organizações optam por nomear uma pessoa com a responsabilidade de conduzir o processo de implementação.

Qual é a importância dessa função na organização e quais são os critérios que devem ser analisados para essa escolha?

Vamos esclarecer essas dúvidas para que você, gestor, possa fazer a seleção correta e agregar ainda mais valor ao seu Sistema de Gestão da Qualidade.

Kit - ISO 9001:2015

Reunimos um arsenal com documentos, treinamentos e materiais exclusivos sobre a ISO 9001:2015. Para acessar, basta preencher corretamente o formulário abaixo!


Kit

1. Qual é a função do Representante da Direção (RD)?

O RD é uma função que serve como um facilitador que pode auxiliar:

  • Que os processos do Sistema de Gestão da Qualidade sejam estabelecidos, implementados e mantidos;
  • Integrar à Alta Direção sobre o desempenho do SGQ e qualquer necessidade de melhoria;
  • Assegurar a promoção da conscientização sobre os requisitos do cliente em toda a organização.

Portanto, o RD é um dos agentes responsáveis pelo Sistema de Gestão da Qualidade. É ele quem vai direcionar a empresa rumo à certificação e por isso a escolha dessa pessoa deve ser realizada com muito cuidado para que o projeto não caminhe para o rumo errado.

2. O RD pode ter outras funções dentro da organização?

Sim, o RD pode ter outras funções na empresa, porém é uma atividade que exige um envolvimento com todos os processos e níveis da organização. Então, para que consiga exercer seu papel de forma imparcial na organização é indicado que a pessoa escolhida se dedique a essa atividade integralmente.

3. Quais são as habilidades e conhecimentos para a função?

O RD deve ser uma pessoa que tenha conhecimentos sobre:

  • Qual é a cultura organizacional
  • Quais são as atividades da organização
  • Técnicas e métodos de gestão
  • Administração geral

As habilidades exigidas para essa função são:

  • Organização, planejamento e realização
  • Iniciativa
  • Capacidade de percepção e análise crítica
  • Persistência na busca de soluções
  • Negociação

Mas fique atento, o RD não faz tudo sozinho. É necessário o comprometimento de todos!

Muitos Sistema de Gestão da Qualidade fracassam por entregar tudo na mão de uma unica pessoa. Acredito que nenhuma empresa gosta de ter as coisas funcionando pela metade ou até paradas, lembre-se a implementação da ISO 9001 custou longas horas de trabalho e dinheiro, por isso o envolvimento de todos é crucial para garantir os resultados esperados.

Para finalizar, gostaria de indicar um webinar com o tema “Seu sistema de gestão pode fracassar”. Um dos temas levantados ao longo do vídeo é a escolha equivocada da figura do RD.

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Sócia e Especialista Chave em Templum Consultoria
Por ser apaixonada por qualidade e melhoria contínua de negócios e pessoas sou a Sócia Responsável pelo Sucesso do Cliente na Templum por meio de mentoria e treinamento interno das equipes de consultores e atendimento ao cliente e da elaboração de produtos, treinamentos e conteúdos que permitem o fortalecimento das empresas.
Formada em Comunicação Social, MBA em Gestão de Negócios e especialista em Sistemas de Gestão Integrada.
Daniela Albuquerque