Tempo de Leitura: 2 minutos

A norma não exige que todos os processos da organização sejam certificados, mas também não faz mais referência ao termo “exclusões” em relação à aplicabilidade dos seus requisitos ao sistema de gestão da qualidade.

Planilha de Mapeamento de Processos Templum

Isso quer dizer que uma organização deve analisar criticamente a aplicabilidade de requisitos devido ao porte ou complexidade da organização, ao modelo de gestão que ela adota, à variedade das atividades da organização e à natureza dos riscos e oportunidades que ela encontra e somente depois dessa análise decidir ou não pela exclusão de algum requisito.

É importante ressaltar que a empresa somente pode optar pela exclusão de um requisito se sua decisão não resultar em falha para alcançar conformidade de produtos e serviços da organização.

Outras mudanças

Outra mudança nessa revisão da norma é o local que será divulgado o escopo da certificação. Até a versão 2008, o escopo era indicado no Manual da Qualidade, que não existe mais, porém continua sendo um “documento obrigatório”, ou seja, deve ser mantido como informação documentada (falaremos mais sobre documentos no requisito 7.5).

Portanto, uma recomendação da Templum é que o escopo seja mantido no mesmo documento em que o contexto da organização e a análise das partes interessadas foi realizado, para facilitar a análise da aplicabilidade de algum requisito, caso exista alguma exclusão.

Outras informações obrigatórias que devem constar no escopo são os produtos e serviços da organização.

Dica final

Provavelmente se você está lendo este texto é porque está procurando atender ao requisito 4 da norma ISO 9001:2015. Como dica de leitura, veja a nossa série de textos sobre o requisito 4 – Contexto da organização.

Requisito 4.1 – Entendendo a organização e seu contexto;
Requisito 4.2 – Entendendo as necessidades e expectativas de partes interessadas;
Requisito 4.3 Determinando o escopo do sistema de gestão da qualidade;
Requisito 4.4 – Sistema de Gestão da Qualidade e seus processos.

 

Bom Trabalho!

Auditoria Interna

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Diretora Técnica na Templum Consultoria