Skip to main content
Tempo de Leitura: 4 minutos

Já pensou em transportar químicos perigosos e não perigosos e não saber como agir em caso de uma emergência na estrada? Ou em como capacitar a equipe para lidar com manuseio de químicos e identificar os riscos que compõem essa atividade?

E na contratação, exames médicos admissionais e periódicos, quais são aplicáveis para atender a exigência da indústria química e legislação? Também tem que pensar em como fazer para transitar em outros locais, estados, como proceder para não ser multado por falta de documentações exigidas para o tráfego em determinadas rotas.

Será que é necessário realizar manutenções periódicas nos veículos? E os prestadores de serviços/fornecedores, precisam se adequar para atender o transportador de químicos?

Estas e diversas outras questões são atendidas quando se tem um Sistema de Gestão implementado na empresa de transporte – SASSMAQ. O nome já indica que é um Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade. O SASSMAQ direciona o atendimento a um Sistema de Gestão Integrado, atendendo a inúmeros requisitos normativos e de legislação aplicáveis ao seu escopo. Além disso, ele norteia a qualificação e contratação do motorista carreteiro, exames médicos e complementares, treinamentos, reciclagens, entrevistas, durante toda a sua trajetória na empresa, bem como a aquisição de um equipamento, adequações antes e após a compra e suas devidas manutenções.

O SASSMAQ para o transporte rodoviário de produtos químicos perigosos ou não, é talvez ainda mais importante que uma certificação ISO 9001 em primeiro momento. Isso porque ele engloba tudo, as questões são integradas! Costumo dizer que, quando integramos um sistema, não podemos mais ignorar situações! 

Pode acontecer um acidente na estrada com o equipamento, onde não houve feridos, mas houve vazamento de óleo considerável no solo (canteiro). Não se pode ignorar o vazamento e seguir viagem para “atender” o horário de entrega, sem mitigar ou eliminar o dano causado.  Tudo está interligado, e o SASSMAQ nos auxilia nesse processo de conscientização e manutenção de um sistema voltado completamente para o transporte rodoviário de produtos químicos perigosos ou não.

O fato de não ter o SASSMAQ implementado em um prestador de serviços de transporte de químicos é extremamente arriscado para o negócio. Vamos pontuar alguns dos maiores riscos a seguir.

Maiores riscos de não contar com implementar SASSMAQ

Perda de negócios / contratações

Sim! Você que ainda não possui a certificação SASSMAQ, corre sérios riscos de não ser cotado pela indústria química como potencial prestador de serviços de transporte. As transportadoras certificadas por organismos homologados são incluídas no portal da Abiquim para que os embarcadores e indústrias tenham acesso e possam contatar empresas que foram avaliadas e possuam o SASSMAQ.

Penalização com infrações e multas

Com o SASSMAQ, você deve elaborar e manter um plano de controle de legislações e regulamentos aplicáveis ao seu negócio e tudo que o envolve. Não somente atendimento a regulamentos internos, mas a legislações municipais, estaduais, nacionais, normativas e exigências do cliente. Tudo deve ser analisado, comunicado, conscientizado as partes interessadas, para que todos possam entender o impacto que pode ser gerado se houver o descumprimento do atendimento a tais regulamentos.

Fechar as portas do seu negócio!

Dependendo da gravidade de um acidente, se a equipe não estiver preparada para o pronto atendimento a emergência a empresa pode ir a ruína! Sabemos que a imagem da empresa estampada na mídia de forma negativa gera um impacto absurdo, envolvendo também os parceiros (embarcador e indústria) que são corresponsáveis pelo produto transportado, podendo encerrar o contrato imediatamente após o acidente! Dependendo do “estrago” causado pelo acidente, autuações ambientais, falta de seguros obrigatórios e processos trabalhistas a empresa pode não suportar e quebrar! 

Quebra de equipamentos / vazamento de químicos sem SASSMAQ

O Sistema sugere além de manutenções periódicas nos equipamentos de transporte e acessórios (válvulas de ar, descarga, alívio), também exige que os instrumentos de medição sejam calibrados adequadamente, garantindo uma aferição segura. E, também exige que seja realizado antes e depois das viagens um check-list dos veículos e equipamentos, garantindo uma contínua verificação e adequação dos itens de segurança dos mesmos.

Veículo ou produto roubado / ou acidentes

O SASSMAQ exige que antes da realização da primeira viagem de um determinado cliente, haja uma análise de risco de rota para novas rotas. Esta análise deve verificar todos os riscos que envolvem o trecho por onde o veículo irá trafegar e se é ou não indicado a passagem pelo trecho em determinados horários, determinado produto, condições da via e velocidade, entre outros fatores. Isso garante a integridade do motorista, produto e equipamento!

Deterioração, explosão ou corrosão de equipamentos sem SASSMAQ

Sim, infelizmente isto pode ocorrer. O Sistema exige que, antes de transportar qualquer produto químico, deve haver uma análise por pessoal competente e posterior instrução às partes interessadas, pois além dos riscos de incompatibilidade, há também os tipos de equipamentos que podem armazenar o produto sem qualquer tipo de reação.

Conseguiu entender a importância de contar com o SASSMAQ?

Transportar produtos químicos perigosos ou não sem ser certificado SASSMAQ é extremamente arriscado para o negócio, visto todas as orientações e direcionamentos que o Manual SASSMAQ possui, implantando um Sistema de Gestão integrado e completo, voltado para o transporte rodoviário. Além de auxiliar na capacitação da equipe e possibilitar ingressar em atender clientes que exijam um compromisso com transportadores responsáveis e comprometidos com a Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade.

Tem interesse em implementar o SASSMAQ em sua empresa? Clique aqui e fale com um especialista!

Adriana Sousa

Adriana Sousa

Pedagoga, pós-graduada MBA Gestão da Qualidade, vasta experiência em transporte de produtos químicos, auditora interna e consultora SASSMAQ, ISO 9001, ISO 14001 e ISO 45001.