Patricia Moyano
Por Patricia Moyano

Vantagens do Global Markets para pequenas indústrias

O Global Markets Programme (GMP) surgiu em 2008 da mão da GFSI (Global Food Safety Initiative) como uma alternativa para as empresas de pequeno e médio porte que, mesmo com produtos de excelente qualidade, não conseguiam fornecer para grandes empresas nem redes de varejo por não ter uma certificação em segurança de alimentos.


Tempo de Leitura: 4 minutos

O Global Markets Programme (GMP) surgiu em 2008 da mão da GFSI (Global Food Safety Initiative) como uma alternativa para as empresas de pequeno e médio porte que, mesmo com produtos de excelente qualidade, não conseguiam fornecer para grandes empresas nem redes de varejo por não ter uma certificação em segurança de alimentos. Veja, por isso, as Vantagens do Global Markets para pequenas indústrias.

Os requisitos das certificações reconhecidas internacionalmente em segurança dos alimentos estão cada vez mais difundidos na cadeia de produção. Mas há uma cruel realidade. São muito poucas as empresas que conseguem alcançar certificações reconhecidas como são os esquemas FSSC, BRC ou IFS. No brasil, de aproximadamente 34.800 empresas cadastradas no segmento de alimentos e bebidas menos de 1.000 estão certificadas em algum dos esquemas citados. Ou seja, o equivalente a menos de 3% dos fabricantes de alimentos e bebidas.

Barreira

Uma barreira determinante para explicar essa situação é, sem dúvidas, a disponibilidade de recurso. Recursos humanos para interpretar, planejar e implementar os requisitos. Assim como recursos de infraestrutura e equipamentos para garantir a segurança do produto. Bem como recursos econômicos para fazer alterações necessárias neles e para arcar com os custos da certificação com o organismo certificador.

Essa situação criou uma lacuna. Principalmente para as redes de varejo, que tinham que atender uma demanda de produtos diversos e exclusivos cada vez maior, por conta das mudanças nos hábitos de consumo e pela segmentação do mercado. Assim garantindo, ao mesmo tempo, produtos seguros sem contar com fornecedores certificados.

Foi nessa realidade que surgiu o GMP, um programa baseado em níveis, menos exigente que as certificações internacionais. Mas que garante a produção de alimentos seguros e atende, de maneira sequencial, as exigências dos grandes clientes. Assim, as principais empresas de bens de consumo ganham confiança nos seus fornecedores, economizam em programas de seleção e avaliação deles e conseguem atender as variadas demandas dos seus clientes.

Vantagens do Global Markets

Para os pequenos fabricantes as vantagens são numerosas e podem ser divididas em 2 grupos coesos. Por um lado, as vantagens que levam a um desenvolvimento interno da empresa. E do outro lado os pontos que levam a um crescimento externo dela.

Vantagens Internas

Entre as vantagens internas podemos destacar:

  • Volume de produção mais estável:

Os clientes fecham volumes de produção constante, o que permite fazer um planejamento mais eficaz da produção, diminuindo tempos de linhas paradas, tempos de setups e impactos por sazonalidade nas demandas de produtos.

  • Melhora na segurança dos alimentos:

A implementação dos requisitos diminui os riscos de introduzir contaminantes no produto pelo ambiente e pelo processo. Assim melhorando dessa forma a segurança dele.

  • Redução de custos por produtos não conformes:

A gestão da segurança de alimentos age de maneira preventiva, gerando melhorias nos processos, diminuindo perdas por descartes e por produtos não conformes.

  • Minimiza os riscos de recolhimentos ou recall:

Como consequência da diminuição de produtos não conformes, os riscos de que produtos inseguros para a saúde do consumidor entrem no mercado, também é minimizado

  • Promove a melhoria contínua:

O grau de exigência de cada nível do programa, incentiva a melhoria contínua dos processos e da gestão, e procura instalar as bases para que a empresa almeje chegar à certificação reconhecida internacionalmente.

  • Cumprimento com requisitos legais e regulatórios:

O programa inclui o atendimento das legislações locais relacionadas à produção de alimentos, pelo que sua correta implementação minimiza o risco de atuações de órgãos fiscais por não cumprimento da legislação. Pressa

  • Custos de implementação mais baixos:

A saber que os requisitos do programa Global Market são mais simples do que os requisitos das certificações FSSC, BRC ou IFS. Dessa maneira a implementação reque menos investimentos de recursos humanos e financeiros.

Vantagens Externas

Entre as vantagens externas se destacam:

  • Abertura de novos mercados

Locais, regionais e internacionais: a escolha das pequenas empresas pela implementação do programa Global Markets atrai empresas de produção, distribuição e ou comercialização de alimentos gerando novas oportunidades de negócio, principalmente para fornecer grandes empresas de bens de consumo e para a produção de marcas próprias para redes de varejo.

  • Melhora na satisfação e confiança do cliente:

Isso porque a aderência da sua empresa aos requisitos do Global Market cria uma imagem de comprometimento e confiança para os clientes e, em consequência, diminui a quantidade auditorias para qualificá-la como fornecedora.

  • Diminuição na quantidade de devoluções:

A diminuição de produtos não conformes internos tem como reflexo externo a diminuição de reclamos e devoluções. Isso também leva a uma redução dos custos de logísticas reversa e na necessidade de assistência técnica para sanar problemas no cliente.

  • Reconhecimento internacional dos requisitos:

Os requisitos do programa Global Markets são reconhecidos internacionalmente pelo que as avaliações são padronizadas e os resultados têm equivalência no mundo todo. Ou seja, se sua empresa no Brasil alcança o nível intermediário ele é valido para qualquer mercado no exterior.

  • Menores custos na estratégia de venda:

As empresas de pequeno e médio porte, quando procuram se posicionar e estabelecer no mercado por si sós, tem grandes custos em marketing e publicidade, criação da marca, diferenciação dos produtos, segmentação do mercado, identificação do público alvo e das redes de distribuição mais apropriadas, entre outros. Desse modo, tudo isso fica reduzido praticamente a zero quando a sua empresa produz para a marca própria de um hipermercado ou fornece B to B (business-to-business/ de empresa para empresa) onde a estratégia de venda é de quem comercializa para o consumidor final.

 

Poderíamos continuar listando vantagens do Global Markets e dos programas de segurança de alimentos. Mas acredito que já deu para entender. Assim, se você chegou ate aqui e se interessou por fazer uma avaliação online sem custo do grau de atendimento da sua empresa clique nesse link, pode ser que esteja mais perto do que acredita 😉

Patricia Moyano

Formada em Microbiologia pela UNRC na Argentina, e apaixonada pela inocuidade dos alimentos. Diplomada em MBA de Negócios e Empreendedorismo pela UFJF-MG,
Especialista em Segurança de Alimentos e auditora líder FSSC 22000 pela SGS Academy. Possui mais de 8 anos de experiência na gestão da qualidade e segurança dos alimentos.
Patricia Moyano