Ricardo Tocha
Por Ricardo Tocha

Como reduzir despesas com afastamento por problemas de saúde

Dor nas costas, joelhos machucados, hérnia e depressão estão entre as maiores causas de afastamento por problemas de saúde ocupacional. Esses problemas são muito comuns no setor de segurança, onde os funcionários passam muito tempo em pé e/ou solitariamente confinados em guaritas.


Muitos empresários ainda não estão conscientes que investir na solução desse problema é mais barato que manter os custos com afastamento, absenteísmo e rotatividade de colaboradores. Alguns ainda acham que os sistemas de gestão ISO 9001 e OHSAS 18001 são caros e burocráticos. Outros nem sabem que esses sistemas podem ser usados para solucionar estes problemas e ainda alavancar o crescimento de seus negócios.

Minha primeira sugestão é que você avalie o tamanho da sua equipe. Se seus funcionários não tiverem o descanso adequado, eles não aguentarão muito tempo. Na nossa experiência, sai mais barato contratar mais um funcionário e organizar um rodízio inteligente do que arcar com as despesas e dores de cabeça do afastamento.

Outro ponto a ser avaliado é a possibilidade de criação de rotas. Ficar parado é mais estressante para juntas e articulações do que manter o corpo em movimento. Além disso, exercício moderado ajuda a pessoa a manter a cabeça no lugar, diminuindo o risco de afastamento por depressão.

A maior dificuldade é a grande variedade de situações em que os serviços de segurança são prestados. É por isso que as certificações ISO 9001 e OHSAS 18001 são fundamentais no combate desses problemas. Além de fornecer ferramentas para identificar e mitigar os riscos a saúde do funcionário e, consequentemente, à satisfação dos clientes, os sistemas de gestão são ótimas formas de marketing.

Se você acha que essas certificações não podem ser utilizadas na prestação de serviços, você está perdendo dinheiro e não sabe. Quando estiver preparado para ganhar mais com a ISO 9001 e a OHSAS 18001 fale com a Templum.

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha tem 17 anos de experiência prática e atuou na Templum Consultoria criando conteúdo, desenvolvendo sites e outros apetrechos tecnológicos.
Ricardo Tocha