Daniela Albuquerque
Por Daniela Albuquerque

Descubra se seus funcionários estão envolvidos ou engajados no negócio

Até pouco tempo, a gestão dos recursos humanos das grandes empresas descobria se os seus colaboradores tinham certo grau de envolvimento com a organização medindo os seus níveis de satisfação em trabalhar nelas. Porém, hoje sabemos que isso é insuficiente e, para garantir o sucesso sustentado do negócio, será preciso ir mais além. Descubra, com […]


Até pouco tempo, a gestão dos recursos humanos das grandes empresas descobria se os seus colaboradores tinham certo grau de envolvimento com a organização medindo os seus níveis de satisfação em trabalhar nelas. Porém, hoje sabemos que isso é insuficiente e, para garantir o sucesso sustentado do negócio, será preciso ir mais além. Descubra, com a ajuda desse post, se os seus funcionários estão envolvidos ou engajados e saiba como tornar o engajamento possível na sua organização. Acompanhe!

1. Como saber se seus funcionários estão envolvidos ou engajados

Muita gente confunde os termos envolvimento e engajamento de funcionários, mas existe uma grande diferença entre eles. No ambiente organizacional essa diferença pode determinar se o negócio manterá o ritmo de crescimento previsto ou crescerá além do que foi planejado.

Um colaborador envolvido é aquele que contribui para o alcance das metas, faz a sua parte, e nada mais além disso. Ele chega na empresa, bate o cartão de ponto, realiza suas tarefas e vai embora com a sensação de dever cumprido. Ao contrário, um funcionário engajado não só contribui para o atingimento dos objetivos, mas também se compromete com os resultados, assume a responsabilidade por eles, busca soluções para o impedimento do seu sucesso e o da empresa em que trabalha e interage com os colegas compartilhando informações para que todos se beneficiem de um bem em comum.

2. Obtenha engajamentos por meio da simulação virtual e gamificação

A nova geração de trabalhadores é altamente envolvida com os mecanismos de internet e games. São interativos, gostam de compartilhar informações e defender causas sociais e ambientais. Por isso, o uso de técnicas como o simulador virtual e a gamificação são ótimas ferramentas estratégicas de engajamento.

Com o simulador virtual é possível treinar colaboradores recriando ambientes de trabalho com condições climáticas e situações de risco que só enfrentariam na prática. Isso ajuda a moldar comportamentos e fortalecer o engajamento. Já a gamificação tem o poder de estimular o alcance de objetivos de forma mais divertida e motivante utilizando os mesmos mecanismos de jogos eletrônicos. As metas, pontuações e premiações são parecidas com um jogo de vídeo game, mas ganham de verdade.

3. Envolva os funcionários em projetos e busca por soluções

Essa nova geração de trabalhadores também é sedenta por conhecimentos. Eles adoram colocar tudo o que aprendem em prática para tornar as suas vidas pessoais e profissionais ainda melhor. Gostam de desafios e precisam disso para manter-se sempre motivados. Por isso, procure envolver os colaboradores nos projetos da empresa. Organize grupos de discussão de ideias e soluções para o negócio, deixe-os participar da construção dos planejamentos e eles se sentirão parte do negócio, assumirão responsabilidades por seus resultados e crescerão junto com a empresa.

4. Busque ajuda profissional para colocar essas estratégias em prática

Todos esses processos exigem profundos conhecimentos técnicos na área de gestão dos recursos humanos para serem implementados com sucesso. Caso contrário, o resultado pode não sair como esperado. Por isso, a dica é contar com uma consultoria online especializada para garantir o sucesso sustentado da estratégia. O apoio de profissionais competentes pode ser importante para a transferência de know how para a organização e adequá-la aos padrões de gestão.

Torne possível o engajamento de funcionários na sua empresa e, de quebra, estabeleça padrões de gestão e qualidade suficientes para receber uma certificação seja ela a ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001 ou PBQP-H  utilizando essas dicas.

E você, sabe distinguir os funcionários envolvidos dos engajados? Deixe o seu comentário e compartilhe a sua opinião com a gente!

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Sócia e Especialista Chave em Templum Consultoria
Por ser apaixonada por qualidade e melhoria contínua de negócios e pessoas sou a Sócia Responsável pelo Sucesso do Cliente na Templum por meio de mentoria e treinamento interno das equipes de consultores e atendimento ao cliente e da elaboração de produtos, treinamentos e conteúdos que permitem o fortalecimento das empresas.
Formada em Comunicação Social, MBA em Gestão de Negócios e especialista em Sistemas de Gestão Integrada.
Daniela Albuquerque