Cristiana Lima
Por Cristiana Lima

O que é o HACCP (Hazard Analysis and Control Point System)?

O HACCP nos últimos anos tornou-se um assunto constante entre as indústrias de alimentos. Por quê? Quais os benefícios que esta metodologia nos traz? A exigência de empresas nacionais e internacionais de um produto seguro do ponto de vista alimentar faz com que a procura das empresas pela metodologia torne-se algo importante, diferencial e competitivo. […]


O HACCP nos últimos anos tornou-se um assunto constante entre as indústrias de alimentos. Por quê? Quais os benefícios que esta metodologia nos traz?

A exigência de empresas nacionais e internacionais de um produto seguro do ponto de vista alimentar faz com que a procura das empresas pela metodologia torne-se algo importante, diferencial e competitivo.

Para os que têm a curiosidade e necessidade de conhecer a metodologia, digo que a metodologia HACCP é a mais completa para garantir a segurança dos alimentos.

Um dos pré-requisitos do HACCP é o GMP (Good Manufacturing and Pratice), o ponto inicial para se implementar o HACCP. Não adianta querer implementar HACCP se sua empresa não possui os requisitos básicos como boas práticas de fabricação, boas práticas de higiene e boas práticas de armazenagem. Por isso,  o GMP deve ser consistente, bem implementado.

Voltando a metodologia HACCP em si, ela consiste em 7 etapas:

  • Conduzir uma análise dos perigos;
  • Determinar os pontos críticos de controle;
  • Estabelecer limites críticos;
  • Estabelecer um sistema para monitorar o controle dos pontos críticos;
  • Estabelecer ações corretivas;
  • Estabelecer procedimentos de verificação e funcionamento eficaz;
  • Estabelecer documentação.

Todas as etapas acima irão impactar sua empresa de modo a mudar a abordagem do produto final para um pensar preventivo, promover aspectos da cadeia produtiva desde a matéria-prima até o consumo do produto final e aumentar a confiança do cliente e oportunidades comerciais.