Ricardo Tocha
Por Ricardo Tocha

5 maneiras de melhorar a comunicação entre coordenadorias e gerências

Comunicação entre líderes e subordinados sempre é um desafio! Dependendo da forma como as coisas são faladas, um projeto pode não sair do papel ou até falhar na sua concepção. Pensando nisso, pensei em escrever este post com algumas dicas práticas para tornar este processo eficaz.


Até pouco tempo, para a pergunta ‘o que o motiva a trabalhar?’ havia pequena variedade de respostas disponíveis. Hoje, além do dinheiro, aparecem com frequência respostas como:

  • significado do trabalho;
  • possibilidade de criação;
  • desafios;
  • sonhos;
  • orgulho;
  • ambiente do trabalho.

Além de serem intangíveis, o que esses motivos têm em comum? Para que eles estejam presentes na empresa, todos dependem do papel estratégico do líder.

O papel do líder nas organizações

O líder não pode ser apenas um delegador de tarefas. Um líder é um motivador, inspirador e engajador de sua equipe.

Nesse sentido, a liderança situacional desempenhada, sobretudo, por coordenadorias, é essencial para o sucesso das empresas. É com o auxílio dos coordenadores que as ações e a comunicação interna da empresa poderão acontecer. E para que os coordenadores possam desenvolver bem essas tarefas, eles também devem ser motivados e incentivados a terem sempre um canal aberto para se comunicarem com seus gestores.

A importância da comunicação entre coordenadorias e gerências

Os gerentes devem manter os coordenadores informados sobre a missão, visão e valores da empresa, seus objetivos, metas, novas estratégias e ações externas (voltadas ao cliente final) e internas (voltadas aos funcionários). É, de certo modo, um efeito cascata: se o coordenador desconhecer essas informações, não poderá repassá-las à equipe ou orientá-la para que se cumpra os objetivos da empresa, o que poderá levar a organização a resultados desastrosos.

Cinco maneiras de melhorar a comunicação entre coordenadorias e gerências

#1º Desenvolva a escutatória

Um texto bastante conhecido, Rubem Alves diz que todos querem aprender a falar, mas que ninguém quer aprender a ouvir. Às vezes as pessoas até ouvem, mas sem prestar a devida atenção ou reflexão sobre o que está sendo dito.

A escutatória, nesse contexto, seria o escutar atento e reflexivo sobre o que o outro está falando (por meio das palavras e, também, da linguagem não verbal). O gerente deve ouvir com atenção e respeito seus coordenadores, eles têm contato mais direto com as equipes e certamente terão informações bastante relevantes que, talvez, de outra forma, não chegariam ao conhecimento dos gerentes.

#2º Facilite o diálogo

A empresa deve ter política de facilitação do diálogo entre gerentes e coordenadores, de modo que estes sintam-se à vontade para interagir, perguntar, dividir e confiar nas lideranças. Não é suficiente apenas repassar informações, é preciso abrir espaço para que os coordenadores tirem suas dúvidas e contribuam com sugestões. Com isso, certamente, surgirão novas ideias e possibilidades de inovação para a empresa.

Webinar - Comunicação Assertiva nas Empresas

Engaje seu time com uma comunicação eficaz e que gere resultados. Este Webinar é gratuito, para assistir preencha corretamente o formulário abaixo!


Webinar

#3º Seja transparente

Uma comunicação transparente é essencial para o sucesso da relação entre coordenadorias e gerências. Um diálogo permeado pela postura profissional e pela transparência podem gerar ótimos resultados.

#4º Dê feedback

Todo o funcionário, independente do seu cargo, tem o desejo e a necessidade de receberem feedback, de saberem como estão sendo avaliados, quais são os seus pontos fortes e o que eles devem melhorar. Com os coordenadores, não é diferente; eles precisam de feedbacks constantes. No entanto, não faça com que esse momento seja apenas uma enumeração de qualidades e defeitos, dê exemplos, elogios e apresente sugestões de melhoria. As coordenadorias também devem ser ouvidas e solicitadas para que forneçam o seu feedback sobre o desempenho da gerência.

#5º Priorize a comunicação face a face

Os meios eletrônicos facilitam muito, porém, para desenvolver bons relacionamentos e uma comunicação mais efetiva, a conversa presencial ainda é a mais vantajosa.

A fluidez da comunicação interna é essencial para o sucesso das empresas e a motivação e satisfação dos funcionários. Para que isso ocorra, é vital que a comunicação entre coordenadorias e gerências tenha qualidade e ocorra sem ruídos.

Você tem alguma dica para melhorar a comunicação entre coordenadorias e gerências? Compartilhe aqui nos comentários!

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha

Ricardo Tocha tem 17 anos de experiência prática e atuou na Templum Consultoria criando conteúdo, desenvolvendo sites e outros apetrechos tecnológicos.
Ricardo Tocha