Skip to main content
Tempo de Leitura: 2 minutos

Impactos do PGR, um importante marco na área de saúde e segurança do trabalho

A portaria 6.730 de 12/03/2020 tornou-se um importante marco para a área de Saúde e Segurança no Trabalho (SST) no Brasil, e passou a ser obrigatória a todas organizações a partir de 03/01/2022.

Através desta portaria teremos uma nova versão da NR-01, onde destaca-se o Gerenciamento de Riscos Ocupacionais (GRO).

O que é GRO – Gerenciamento de Riscos Ocupacionais?

O GRO pode ser entendido como um sistema, diretriz ou metodologia que poderá trazer melhoria contínua em todos os ambientes laborais que se dedicarem a sua implantação.

O GRO traz muitas novidades no seu texto, uma delas é o Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR).

Só para dar uma pequena noção da importância desse momento e porque digo que o GRO é um marco: nada mais nada menos que o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) e o PCMAT (Programa de Condições e meio Ambiente de Trabalho na Indústria de Construção) serão substituídos pelo PGR.

O que saber sobre o PGR

A critério da organização, o PGR pode ser implementado separadamente, podendo ser por unidade operacional, setor ou atividade. Isso permite às organizações gerenciarem melhor os riscos por unidades e ambientes de trabalho.

O PGR pode ser atendido por meio da implantação de Sistemas de Gestão, desde que estes cumpram as exigências previstas na NR e em dispositivos legais de segurança e saúde no trabalho.

Quando se trata de organizações que adotam um Sistema de Gestão, o GRO se refere a sistemas como as normas ISO. Em se tratando de saúde e segurança no trabalho (SST), especificamente temos a ISO 45001.

As empresas certificadas na norma ISO 45001 já atendem todas as exigências previstas no GRO.

O ideal é que cada organização encontre meios de adotar o GRO para que estejam legalmente cumprindo com as exigências atuais aplicáveis à Saúde e Segurança do Trabalhador.

Quer mais informações sobre como implementar a ISO 45001 e já garantir o atendimento ao GRO? Clique aqui e fale com um especialista.

 

Daniela Quinalha

Daniela Quinalha

Consultora na Templum Consultoria