Daniela Albuquerque
Por Daniela Albuquerque

Competência: matéria-prima essencial para a gestão

Todas as pessoas possuem uma competência, que pode ser definida por um conjunto entre conhecimento (acadêmico e informal), habilidades e atitudes. Estes são dependentes entre si, pois de nada adianta, por exemplo, ter conhecimento e não saber aplicá-lo, ou mesmo tentar realizar algo sem ter noção de como fazer. Para cada cargo em uma organização […]


Todas as pessoas possuem uma competência, que pode ser definida por um conjunto entre conhecimento (acadêmico e informal), habilidades e atitudes. Estes são dependentes entre si, pois de nada adianta, por exemplo, ter conhecimento e não saber aplicá-lo, ou mesmo tentar realizar algo sem ter noção de como fazer.

Para cada cargo em uma organização existem competências que uma pessoa deve reunir para realizar bem uma função. Um gerente precisa ter o conhecimento técnico de seus subordinados e ser um bom líder. Já o presidente necessita ser um estrategista para buscar novas formas de ver sua empresa aumentar o faturamento. Outro bom exemplo é o do analista de RH, que tem de saber atender pessoas, pois irá lidar com colaboradores nas mais diferentes situações, além de conhecer a legislação trabalhista.

No Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), os profissionais que irão lidar com certificações, formulários e outros documentos devem conhecer os detalhes dos processos e assim como da área que irá obter o selo ISO 9001. Também deverão saber como treinar os demais colegas para as novas diretrizes que serão implementadas, saber trabalhar em equipe e ter liderança.

Falando em treinamento, este é a chave para o bom desenvolvimento da competência.

Conforme a pessoa acumula conhecimento, irá desempenhar melhor o seu papel e poderá pleitear novas oportunidades, como uma promoção ou mudança de área. E, caso a organização queira aproveitá-la em outra função, deve providenciar formas para que aprenda como exercê-la adequadamente, com a devida competência – e isto pode ser feito através de seminários, treinamentos e até benchmarking em outras instituições.

Existem seis tipos diferentes de competência: básica, específicas, de gestão, geral, profissional e transversal. Esta última é a mais interessante, pois trata-se das competências profissionais que podem ser aplicadas em diversas situações, como resiliência e capacidade de resolver problemas.

Daniela Albuquerque

Daniela Albuquerque

Sócia e Especialista Chave em Templum Consultoria
Por ser apaixonada por qualidade e melhoria contínua de negócios e pessoas sou a Sócia Responsável pelo Sucesso do Cliente na Templum por meio de mentoria e treinamento interno das equipes de consultores e atendimento ao cliente e da elaboração de produtos, treinamentos e conteúdos que permitem o fortalecimento das empresas.
Formada em Comunicação Social, MBA em Gestão de Negócios e especialista em Sistemas de Gestão Integrada.
Daniela Albuquerque