Skip to main content
Tempo de Leitura: 8 minutos

Tudo o que você precisa saber sobre a ISO 9001

O objetivo deste post é trazer informações sobre a ISO 9001 e os benefícios que este sistema de gestão pode trazer para sua empresa.

O que é ISO 9001?

A ISO 9001 é um sistema de gestão com o intuito de garantir a otimização de processos, maior agilidade no desenvolvimento de produtos e produção mais ágil a fim de satisfazer os clientes e alcançar o sucesso sustentado.

O Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) funciona como um instrumento para ajudar o gestor a encontrar e corrigir processos ineficientes dentro da organização. Além disso, é uma forma de documentar a cultura da organização, permitindo que o negócio cresça mantendo a qualidade dos bens e serviços prestados.

“A ISO 9001 é um sistema de gestão da qualidade concebido para empresas melhorarem seu desempenho.”

Por se tratar de um sistema internacional criado pela ISO (International Organization for Standardization), que é uma organização fundada em 1946 e sediada em Genebra, na Suiça com o propósito de desenvolver e promover normas que possam ser utilizadas por todos os países do mundo, é uma ferramenta que pode ser adotada por qualquer empresa, de qualquer porte e por isso é a norma mais conhecida e adotada em todo o mundo pelas empresas de sucesso.

Consultoria ISO 9001

Para que serve a ISO 9001?

De maneira resumida, a ISO 9001 serve para melhorar a gestão da sua empresa e aumentar a satisfação dos seus clientes. É por isso que a adoção de um sistema de gestão é uma decisão estratégica da empresa.

A melhoria da gestão da empresa acontece quando:

Quais os benefícios da ISO 9001 para as empresas?

São os inúmeros os benefícios da implementação do sistema de gestão da qualidade em uma organização. O principal deles é o diferencial competitivo que uma empresa que implementou e obteve a certificação passa a ter.

Portanto, conquistar a certificação representa um atestado de reconhecimento nacional e internacional à qualidade do trabalho, pois a norma assegura boas práticas de gestão e relacionamento entre clientes e fornecedores. Além disso, possibilita maior desenvolvimento dos colaboradores, serve como alavanca na busca pela qualidade total, propicia condições para maior competitividade no mercado, otimização de processo e a redução de custos.

Mas por que falamos tanto em “diferencial competitivo”? Com a implementação e a certificação, uma empresa consegue:

  • Melhoria da qualidade: A implementação de uma norma ISO pode ajudar a identificar e corrigir falhas no processo de produção ou prestação de serviços, o que pode levar a uma melhoria da qualidade.
  • Aumento da eficiência: As normas ISO promovem a implementação de processos padronizados e eficientes, o que pode resultar em redução de custos e aumento da produtividade.
  • Maior confiabilidade: O certificado ISO pode aumentar a confiança dos clientes na empresa e seus produtos ou serviços, já que demonstra que a empresa segue padrões de qualidade rigorosos.
  • Facilitação de relacionamentos comerciais: Muitas empresas exigem que seus fornecedores tenham um certificado ISO, portanto, a obtenção de um pode abrir novas oportunidades de negócio.
  • Melhoria da imagem da empresa: O certificado ISO pode melhorar a imagem da empresa perante o público em geral e aumentar sua reputação.
  • Facilitação da conformidade com regulamentações: Algumas normas ISO são requisitos legais em certos setores, portanto, a obtenção de um certificado pode ajudar a empresa a se manter em conformidade com esses requisitos.

Consultoria ISO 9001

Todo mundo ganha no final das contas: o cliente por ter produtos e serviços conformes, o mercado por elevar o nível da competição e a sua empresa que terá uma margem de lucratividade maior.

É por isso que afirmamos: obter a certificação ISO 9001 é um BAITA diferencial competitivo!

[Post] ISO 9001: O guia básico de implementação da ISO 9001

Está pensando em colocar a ISO 9001 na sua empresa?

Faça um diagnóstico GRATUITO e completo sobre a saúde da sua organização e se ela está preparada para lidar com a dinâmica do mercado em 2023.

Saiba como a ISO 9001 pode ajudar a sua empresa no vídeo abaixo:

[Post] ISO 9001: O passo a passo para certificação ISO 9001

Quais são os requisitos da norma ISO 9001?

A norma ISO 9001 estabelece os requisitos para um sistema de gestão da qualidade (SGQ) e é baseada em sete princípios de gestão da qualidade. Os requisitos estão organizados em dez cláusulas principais:

  1. Escopo: Define o escopo do SGQ e os processos e produtos/serviços aos quais se aplicam.
  2. Referência normativa: Lista as normas e documentos relacionados necessários para a aplicação da ISO 9001.
  3. Termos e definições: Fornece o vocabulário específico usado na norma.
  4. Contexto da organização: Compreende a compreensão da organização e seu contexto, incluindo questões internas e externas relevantes e partes interessadas.
  5. Liderança: Aborda a responsabilidade da alta direção na implementação do SGQ, estabelecendo políticas de qualidade e garantindo o compromisso de toda a organização.
  6. Planejamento: Inclui a identificação e avaliação de riscos e oportunidades, bem como o estabelecimento de objetivos e metas de qualidade.
  7. Suporte: Descreve os recursos necessários para o SGQ, incluindo pessoal, infraestrutura, ambiente de trabalho, comunicação e documentação.
  8. Operação: Trata da execução dos processos e atividades da organização, abordando aspectos como planejamento, controle, monitoramento e melhoria contínua.
  9. Avaliação de desempenho: Inclui o monitoramento, medição, análise e avaliação dos resultados do SGQ, bem como auditorias internas e revisão pela alta direção.
  10. Melhoria: Descreve a abordagem da organização para a identificação e implementação de melhorias, incluindo correção de não conformidades e ações preventivas.

As organizações precisam abordar todos esses requisitos ao implementar um SGQ em conformidade com a ISO 9001, garantindo a melhoria contínua e a satisfação do cliente.

Glossário – ABNT NBR ISO 9001

  • Requisito – Necessidade ou expectativas que é expressa, geralmente, de forma implícita ou obrigatória;
  • Contexto da Organização – combinação de questões internas e externas que podem ter um efeito na abordagem da organização para desenvolver a alcançar seus objetivos;
  • Melhoria contínua – Atividade para aumentar a capacidade de atender requisitos;
  • Processo – Conjunto de atividades inter-relacionadas ou interativas que transformam insumos (entradas) em produtos (saídas);
  • Produto – Resultado de um processo, pode também significar “serviço”;
  • Conformidade – Atendimento a um requisito;
  • Não-conformidade – Não atendimento a um requisito;
  • Evidência – Dados que apóiam a existência ou a veracidade de alguma coisa;
  • Competência – Capacidade demonstrada para aplicar conhecimento e habilidades;
  • Ação corretiva – Ação para eliminar a causa de uma não-conformidade identificada ou outra situação indesejada (prevenir sua repetição);
  • Risco – efeito da incerteza de “eventos” potenciais e suas “consequências”.
  • Infraestrutura – Sistemas de instalações, equipamentos, informações e serviços necessários para a realização de uma operação na organização;
  • Ambiente de trabalho – Conjunto de condições sob as quais um trabalho é realizado;
  • Organização – Grupo de instalações e pessoas com um conjunto de responsabilidades, autoridades e relações, conjunto geralmente ordenado.

[Post] ISO 9001: Como funciona a certificação ISO 9001

Qual a importância de ter uma certificação ISO 9001?

A certificação ISO 9001 é fundamental para as organizações que buscam melhorar a satisfação do cliente, aumentar a eficiência e promover a melhoria contínua. A norma ISO 9001 estabelece os requisitos para um sistema de gestão da qualidade (SGQ), garantindo que a empresa atenda consistentemente às expectativas do cliente e às exigências regulamentares. A certificação também demonstra o compromisso da organização com a excelência operacional, o que pode levar a vantagens competitivas no mercado. Além disso, a certificação ISO 9001 abre portas para novas oportunidades comerciais, já que muitos clientes e fornecedores preferem trabalhar com empresas certificadas, assegurando que seus parceiros sigam práticas de gestão sólidas e confiáveis.

Consultoria ISO 9001

A ISO 9001 na prática

Qualquer empresa que deseja melhorar a forma como trabalha e como é gerenciada pode implantar a norma, não importa o tamanho ou o setor de atuação.
Entre os clientes da Templum Consultoria estão: associações, imobiliárias, software houses, laboratórios, transportadoras, construtoras, prefeituras, escritórios de advocacia e outras organizações de tamanhos variados.
Assista algumas histórias de empresas com a ISO 9001:

Quem certifica a ISO 9001 no Brasil?

Para uma organização obter a certificação, ela precisa passar por uma auditoria de certificação. Este processo cabe aos organismos de certificação (ou certificadores), que são reconhecidas pelo IAF (International Accreditation Forum). No Brasil, o representante do IAF é o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial).

Dúvidas Frequentes

Eu tenho uma empresa de serviços, posso certificar na ISO 9001?

Todas as organizações, de qualquer ramo de atividade ou porte podem certificar na ISO 9001.

Existem pré-requisitos para certificar?

A empresa deve ter um CNPJ formalizado e atender as legislações do seu ramo de atividade.

Empresas com mais de uma unidade podem certificar na norma?

Pode sim. Nesse caso a empresa pode escolher certificar apenas uma unidade ou todas as unidades juntas.

O que tenho que fazer para certificar na ISO 9001?

Em primeiro lugar, precisa implementar todos os requisitos da ISO 9001. Ao finalizar essa primeira etapa, você deve passar por uma auditoria interna que vai analisar a necessidade de ajuste e depois vai contratar um organismo de certificação que emitirá o selo, após nova auditoria para identificar se todos os requisitos da ISO 9001 estão conformes.

A ISO 9001 tem validade?

Sim, a certificação ISO tem validade. Depois de obter a certificação ISO, a sua empresa deve continuar a cumprir os requisitos da norma ISO aplicável e manter o seu sistema de gestão da qualidade em conformidade com os padrões estabelecidos. A certificação ISO é geralmente concedida por um período de três anos e deve ser renovada periodicamente para garantir que a sua empresa continua a atender aos requisitos da norma.

Para renovar a certificação ISO, a sua empresa deve passar por uma auditoria de renovação, que é realizada pelo mesmo organismo de certificação que concedeu a certificação original. Durante a auditoria de renovação, o organismo de certificação avaliará o sistema de gestão da qualidade da sua empresa e determinará se ele ainda atende aos requisitos da norma ISO aplicável. Se o sistema de gestão da qualidade for considerado adequado, a certificação será renovada por mais três anos.

Quanto tempo para certificar em uma norma ISO?

O tempo necessário para obter a certificação ISO pode variar bastante e depende de vários fatores, como o tamanho e a complexidade da sua empresa, o grau de conformidade com os requisitos da norma ISO aplicável e a disponibilidade de recursos para implementar e manter o sistema de gestão.

Importante entender que esse processo não é “fácil e rapidinho”, se fosse assim o certificado não teria um “peso” importante no mercado não é verdade?

Nossos clientes levam de 6 (seis) à 12 (doze) meses para conquistar o certificado. Importante lembrar que o trabalho não termina com o certificado, é necessário ter uma visão de médio e longo prazo para colher todos os benefícios de um sistema de gestão maduro e conquistar uma melhoria contínua.

 

Fale com um especialista e conheça mais como a ISO 9001 vai ajudar a sua empresa.

Consultoria ISO 9001

Igor Furniel

CEO da Templum Consultoria

264 Comentários

  • Rosania Almeida Clemente de Paiva disse:

    Bom dia !
    Para uma pesquisa : Há algum estudo sobre as causas que justificam a redução do numero de empresas certificadas na Norma ISO 9001 nos ultimos anos?

    • Olá Rosania, tudo bem?

      Seja muito bem-vinda ao nosso blog!

      Não temos nenhum estudo atual sobre este assunto. Provavelmente você retirou está informação de algum estudo, teria como você nos informar sobre estes dados que você adquiriu.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • Danielle disse:

    Olá gente. A nova ISO diz: A organização deve determinar questões externas e internas que sejam pertinentes para o seu propósito e para seu direcionamento estratégico e que afetem sua capacidade de alcançar o(s)resultado(s) pretendido(s) do seu sistema de gestão da qualidade.
    Se a empresa não quiser fazer o planejamento estratégico, qual seria uma outra forma de atender este requisito?

    • Olá Danielle, tudo bem?

      Como sabemos a ISO 9001:2015 diz o que tem que ser feito, porém ela não diz o como deve ser feito, por isso não existe nenhuma referência a empresa realizar um planejamento estratégico. Existem diversas maneiras de atender este requisito, uma das ferramentas que nós indicamos é a utilização da matriz SWOT, onde são considerados as questões internas (Pontos fortes e Pontos fracos) e questões externas (Oportunidades e Ameaças).

      Atenciosamente
      Guilherme Alonço

  • Ludmila Martins disse:

    Boa tarde,
    Me esclareçam uma dúvida por gentileza: Existem vários tipos de sistema de gestão da qualidade ou ele é apenas um? A ISO 9001 por exemplo vai definir requisitos para implantar um sistema de gestão da qualidade. Mas eu posso considerar o TQM (Total quality Manegement), o Balanced Scored como tipos de sistema de gestão da qualidade? Obrigada.

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Ludmila, seja muito bem vinda!

      Sua duvida é realmente muito comum nesse mundo de siglas da qualidade, mas vamos lá: Um sistema de gestão da qualidade é uma abordagem que busca a satisfação do cliente e a melhoria contínua da empresa. Para chegar nesse resultado, existem algumas abordagens que podem ser utilizadas, como a ISO 9001, o TQM ou ainda o Six Sigma, por exemplo, que são distintas entre si. O que normalmente observamos no mercado é que a ISO 9001 é a base para todas as outras abordagens de excelência existentes no mercado e por isso as empresas começam a sua jornada rumo à qualidade com a ISO 9001 e depois passam para abordagens mais restritivas como o TQM e o Six Sigma. Já o BSC é mais um método, que pode ser utilizada em qualquer uma dessas abordagens como definição de objetivos estratégicos do que uma abordagem de sistema de gestão.

      Espero poder ter ajudado!
      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Vinícius disse:

    Olá, tenho uma dúvida com relação a transição da 2008 para 2015, até já fiz o curso de transição, mas a dúvida veio somente depois. É necessário ainda fazer a Lista mestra, ou ela é substituída pela Controle da Informação Documentada?

    • Olá Vinícius, tudo bem?

      Agora você pode adotar um único controle para Informação Documentada, com isso ficou mais simples e prático.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • Luana disse:

    Bom dia.
    Gostaria de saber qual o modelo de cabeçalhos para POP’s, formulários e IT”s exigido pela ISO 90001

    Desde já agardeço

    • Olá Luana, tudo bem?

      A norma não fornece nenhum modelo de cabeçalho, porém é exigido a identificação dos documentos. Pra isto a maneira mais usual é utilizar um cabeçalho, nós da Templum recomendamos colocar uma borda com a logomarca da empresa e o nome do documento, isto facilita o manuseio do material.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • joice feltrin disse:

    boa tarde,
    gostaria de saber se é necessario abordar dentro do procedimento, “riscos e oportunidades”, preciso mencionar isso em POPs?

    • Olá Joice, tudo bem?

      Seja muito bem-vinda ao nosso Blog.

      Não é necessário mencionar, pois na ISO 9001:2015 não é exigido informação documentada para este item.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • Marcos Chagas disse:

    Bom dia.
    O requisito 7.2 b) cita “assegurar que as pessoas sejam competentes, com base em educação, treinamento ou experiência apropriados;”.
    Minha visão é que são dois (02) pilares obrigatórios, já que existe o termo “ou” entre “treinamento” e “experiência”.
    Qual é a interpretação de vocês?
    Cordialmente,
    Marcos Chagas

    • Olá Marcos, tudo bem?

      Seja muito bem-vindo ao nosso Blog

      O requisito 7.2 diz que a organização “deve assegurar que as pessoas sejam competentes, com base em educação, treinamento ou experiência apropriados;”. A norma indica três opções para assegurar que a pessoa seja competente, por isso você poderá optar por qualquer uma das três, uma vez que a palavra “ou” indica que você pode se apoiar em uma coisa ou outra.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • Carol disse:

    Preciso da visão geral da sistema da qualidade iso 9001;2015

  • Carol disse:

    Preciso saber sobre a visão geral do sistema da qualidade iso 9001;2015 o objetivo e aplicação?
    Poderia me ajudar

  • Referente ao escopo da nova versão da ISO 9001, é preciso que seja detalhado muito?

    Exemplo: numa parte do escopo da nossa empresa fala; “tubos e conexões em material polimérico”.

    Pois a palavra “polimérico”, generaliza todos os tipos de plásticos, mas só trabalhamos com dois tipos de plásticos hoje (PPR e PEAD). Então terei que dizer no meu escopo quais são estes materiais poliméricos? Pergunto isso, pois cada vez que eu incluir um novo tipo de plástico (exemplo PVC) terei que alterar o escopo.

    Se puderem me tirar esta dúvida agradeço.

    • Olá Juliano, tudo bem?

      Seja muito bem vindo ao nosso Blog!

      Você pode manter o seu escopo como “tubos e conexões em material polimérico”, pois isto já define o escopo do seu SGQ.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • Juliana Oliveira Xavier disse:

    Prezados, boa tarde!

    Vocês acreditam que um empresa precisa cadastrar/qualificar TODOS os seus fornecedores? Ou podemos escolher alguns fornecedores críticos e cadastra-los?

    Att. Juliana Oliveira Xavier

    • Olá Juliana, tudo bem?

      Seja muito bem-vinda ao nosso Blog.

      O cadastro e qualificação dos fornecedores é uma obrigatoriedade, sendo assim é preciso seguir os critérios estabelecidos na norma. Por isso, o cadastro e qualificação deve ser estendidos a todos os fornecedores.

      Posso ajudar em algo a mais?
      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço

  • Giovani Dias disse:

    Gostaria de obter a Iso 9001 apenas para um setor da empresa , o setor de fabricação que é um novo setor que estamos criando . Os demais setores ainda não não é interessante para nós temos a certificação.
    E possível isto?

    • Olá Giovani.

      Muito bom o seu questionamento!

      Você pode sim realizar a implementação em um único processo da sua organização. Chamamos isso de escopo reduzido e é bem utilizado em grandes empresas em que a implementação da planta inteira é muito complexa e por isso realiza a certificação em partes.

      Porém, cada caso deve ser visto separadamente.

      Mais alguma dúvida?

      Estamos sempre aqui para ajudar.

  • WEMERSON SANCHES JERONIMO disse:

    Prezado(a),

    Estou avaliando a possibilidade de iniciar um projeto de certificação ISO 9001:2015 do nosso sistema de gestão de nosso escritório contábil e surgiu uma dúvida.
    O fato de não ter o alvará de funcionamento, por parte do corpo de bombeiros, impede que tenhamos a certificação?

    Desde já agradeço,

    Att.,
    Wemerson.

    • Igor Furniel disse:

      Ola Wemerson! Isso é muito comum no Brasil. No caso o alvará de funcionamento é um requisito legal e precisa ser resolvido pois o fechamento de seu escritório pode trazer consequências de curtíssimo prazo para seus clientes e afetar o resultado do serviço que propõe prestar. De qualquer forma é possível você implementar o SGQ e submete-lo à certificação, comprovando que esta buscando a solução para o problema. Já vi centenas de empresas certificadas nesta mesma situação.

  • larissa disse:

    oi meu nome e Larissa eu queria saber com funciona a ISO 9001? funciona em todos os mercados? tanto com as grande empresa ate as pequenas?

    • Igor Furniel disse:

      Larissa a ISO 9001 é o Sistema de Gestão da Qualidade, aplicável a qualquer mercado e empresas de todos os tamanhos. Com a ISO 9001 você conseguirá estabelecer procedimentos para garantir que seus produtos e serviços serão entregues de acordo com aquilo que prometeu aos seus clientes, além disso sua empresa estará preparada para reagir com velocidade a cada erro ou problema detectado ao longo do caminho. Empresas certificadas ISO 9001 ganham o reconhecimento do mercado, reduzem despesas com erros e retrabalhos, aumentam a produtividade, contribuem para o moral do time, entre vários outros benefícios.

  • Breno Soneghetti disse:

    Estou fazendo um trabalho acadêmico e é sobre a plicação de um novo padrão para a empresa se adequar ao ISO 9001. Queria perguntar o seguinte, expondo para o corpo de funcionários simples, que pontos deveria mostrar para que entendessem que seria uma mudança com resultados beneficos para todos

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Breno,

      A Templum disponibiliza alguns cursos gratuitos que pode utilizar como fonte de pesquisa para o seu trabalho. Para ter acesso aos cursos, basta fazer o cadastro no site: https://templum.com.br/cursos-de-iso/.

      Espero poder tê-lo ajudado.
      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Magno disse:

    Boa tarde!
    Estou com dúvida sobre uma empresa que diz ter a certificação ISO 9001.
    https://www.safine.com.br/ “.
    Tens como me confirmar se esta empresa eu posso confiar para efetuar compras.
    Att,
    Magno Ferreira

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Magno,

      Como a ISO 9001 é uma norma voluntária, não existe um canal obrigatório de divulgação dessa certificação, então nesse caso sugiro que verifique essa certificação junto à empresa e também verifique canais de proteção ao consumidor, como reclame aqui para verificar se existem pendências negativas dessa empresa, ok?!

      Espero poder tê-lo ajudado.
      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Paloma Alves disse:

    Bom dia! Parabéns pelo trabalho, site super bacana e com bastante informações!
    Gostaria de saber como a ISO 9001 avalia uma alteração de escopo. Por exemplo a empresa já certificada deseja realizar Mudanças de Objeto Social (Atividades, ou CNAEs) tanto no caso de acrescentar, excluir ou mesmo alterar completamente a atividade desempenhada. Como a ISO avalia em todos os casos seria necessário uma re-certificação, poderia ocorrer apenas a certificação do processo adicionado. Como funcionaria?
    Desde já agradeço pela atenção.

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Paloma,

      Ficamos felizes que gostou do nosso conteúdo! Fazemos sempre com muito carinho para vocês.

      Não existe nenhum problema com a mudança de escopo, inclusive é uma prática bem comum. Nesse caso você deve entrar em contato com seu organismo de certificação para eles lhe encaminharem os procedimentos para essa prática.

      Espero poder tê-la ajudado.

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • MARIA DE JESUS disse:

    Trabalho em uma empresa que possui a ISO 9001 minha função na carteira e contadora jr sou desviada da função e exerço diversos tipos de atividades inclusive tarefas que foram planejadas para a conquista do certificado equívocos de trabalho da direito a justa causa para este funcionário ou seja registro de não conformidade.

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Maria de Jesus, boa tarde!

      A ISO 9001 é uma norma que certifica a capacidade da empresa em fornecer produtos e serviços conformes, e apesar de ter requisitos específicos que tratam da competência do funcionário, sua atuação limita-se ao impacto que essas competências possuem nos produtos e serviços, não atuando em questões trabalhistas. Sendo assim, nesse caso, sugerimos procurar um advogado para análise da sua situação.

      Espero poder tê-la ajudado.
      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Mayara Rosa disse:

    Bom dia!

    Como posso abordar o “DESEMPENHO DE PROCESSO E CONFORMIDADE DE PRODUTOS E SERVIÇOS” na reunião de análise crítica? Quais informações devo colocar neste item, como informação ou até mesmo como ação?

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Mayara,

      Nesse item você deve colocar o resultado dos objetivos da qualidade estabelecidos pelos processos e a análise de cumprimento desses objetivos. Caso os objetivos não sejam cumpridos, você deve colocar as ações para chegar ao cumprimento dessas metas!

      Qualquer duvida, por favor avisar.

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Pollyanna Borges disse:

    Estou com uma dúvida, em relação as descrições de cargos?Temos ISO somente, em alguns unidades da empresa, na emissão da descrição de cargo preciso colocar que é emitida pelo Sistema de Gestão Integrado nas unidades certificadas sendo que é emitida pelo setor Gestão de Pessoas? E no campo experiencias posso colocar como desejável?

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Pollyanna, bom dia!

      Independente das unidades que possuem certificação, você pode indicar que a emissão das descrições de cargos é da área de Gestão de Pessoas. Em relação ao campo experiência, não tem problema colocar como experiência desejável.

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Carina Martins disse:

    Boa tarde,

    Trabalho em uma empresa na área da Construção Civil. No início a empresa iria implantar as normas 9001 e 14001, fizeram toda a documentação, porém vai dar continuidade somente na 9001. Preciso desintegrar o Sistema e deixar somente 9001, como faço ??? Posso excluir LAIA, Requisitos Legais, Preparação e Resposta a Emergência e Planos Ambientais ??? Quero deixar somente ISO 9001 mas sem prejudicar a empresa numa eventual Auditoria por falta de documentos … Grata

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Carina,

      Não precisa excluir os documentos do sistema de gestão ambiental, uma vez que a auditoria é realizada com base no escopo fornecido, se apenas a ISO 9001 estiver no programa de auditoria, itens da ISO 14001 não podem ser avaliados, ok?!

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Thalliton disse:

    Boa tarde,

    Em minha empresa o departamento de T.I. é terceirizado e não entra no escopo da empresa, entra apenas como infra estrutura e ambiente de trabalho, o que devo controlar e avaliar neste departamento?

    Obrigado

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Thalliton,

      Você precisa controlar os itens abaixo que podem impactar o resultado esperado dos processos da empresa.
      – edifícios e utilidades associadas;
      – equipamento, incluindo materiais, máquinas, ferramentas, etc. e software ;
      – tecnologia da informação e comunicação.

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Olá, Parabéns pelo ótimo trabalho realizado.

    Com relação ao controle de registros na versão 2008 a norma diz o que devemos controlar para cada área da empresa e etc.

    A dúvida é, todo registro existente por ex. no departamento de RH deve ser mantido registro no S.G.Q.? ou apenas os que irão comprovar as conformidades com o item 6.2 da norma?

    E, todos os registros obrigatoriamente deveram ser mencionados em procedimentos? Procedimentos operacionais ou da qualidade?

    Obrigado

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Douglas,

      Ficamos muito felizes com o feedback 🙂

      Os registros que devem ser mantidos são aqueles que garantem a integridade do processo e não somente aqueles requeridos pela norma e é necessário sim o controle deles, que pode ser realizado nos procedimentos ou em controles separados. Veja qual é a forma mais fácil dentro do seu sistema de gestão!
      Sugiro que faça um mapeamento do processo e verifique os pontos que são necessários a fim de atingir o objetivo do processo e então saberá os registros que devem ser mantidos, ok?!

      Qualquer duvida, conte conosco.
      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

      • Douglas disse:

        Boa tarde Daniela,

        Daniela, o que esta confundido muito o pessoal é referente a necessidade de todos os formulários controlados pelo sistema de gestão da qualidade obrigatoriamente necessitar de citação em pop.

        Na empresa trabalhos da seguinte forma:
        O controle de registro, cadastro e informações referente a armazenamento, retenção, proteção e recuperação são controlados pelo S.G.Q.

        Se eu possuo um registro de “Registro de Limpeza” necessariamente eu terei de realizar o procedimento explicando esta atividade?

        Obrigado

        • Daniela Albuquerque disse:

          Olá Douglas,

          O que está confundindo, na verdade, é a mudança de mentalidade. Até a versão anterior, os documentos eram elaborados para atender os requisitos da norma e na versão atual os documentos são apenas apoio para garantir a eficácia dos processos, então se a mentalidade continuar sendo no documento e não no resultado, sempre ficará confuso.

          Minha dica é para tentar pensar diferente: ao invés de pensar se precisa de um procedimento para o registro de limpeza, olhe para os seus processos, veja o resultado que eles precisam alcançar e veja quais são os documentos que garantem esse resultado. Olhando dessa forma, saberá o que precisa de documento ou não. Fica mais fácil assim 🙂

          Espero poder tê-lo ajudado.
          Atenciosamente,
          Daniela Albuquerque

  • Daniele disse:

    Olá,

    Minha empresa trabalha com algumas ferramentas online e precisamos fazer manuais que instruam o passo a passo de utilização de tais ferramentas.

    Como esses manuais devem entrar na ISO? Posso chamar de manual mesmo? Pode ser um ainstrução de trabalho?

    Obrigada

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Daniele,

      Não tem uma regra para a nomenclatura dos documentos, então utilize o nome que melhor adapta à realidade da sua empresa, ok?!

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Graciela disse:

    Bom dia.

    A auditoria interna da nossa empresa é realizada por um auditor externo. Estamos em transição para ISO 9001:2015, ele pode fazer a auditoria na nova norma mesmo ainda tendo apenas os cursos de ISO 9001:2008?

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Graciela,

      Para fazer a auditoria na versão 2015, o auditor precisa comprovar as competências nessa norma, ou seja, ele precisa estar qualificado na ISO 9001:2015, não podendo utilizar o certificado da versão 2008.

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

      • Maria Josefa disse:

        Olá!

        Parabéns! !

        O contrário também é verdadeiro! Tenho certificado 2015 posso auditar 2008?

        • Daniela Albuquerque disse:

          Prezada Maria,

          Sobre a versão 2008, não recomendo que ainda realize auditorias nessa versão, uma vez que estamos na reta final da migração para a versão 2015.

          Atenciosamente,
          Daniela Albuquerque

  • junior disse:

    Sou aluno do curso de Gestão Comercial estou fazendo trabalho Acadêmico a respeito ISO, a qual destacaram com maestria
    por um acaso você teria como me indicar os autores que dominam o assunto para que eu inclua em meu referencial teórico ?
    Muito Obrigado!

  • Thayny Souza disse:

    Olá,

    Sou aluna do curso de administração e me interesso muito pelo assunto da ISO, na qual é o meu tema de tcc,
    por um acaso você teria como me indicar autores que dominam o assunto para que eu inclua em meu referecial teorico ?
    Agradeço desde já.

    Thayny

  • Alan Junio Souza disse:

    Faço parte de um grupo de projeto da escola SENAI “Santos Dumont” de São José dos Campos. (Técnico em Fabricação Mecânica)
    Estamos finalizando um projeto, que seria um dispositivo de fixação para peças cilíndricas (que e acoplado para fresar peças cilíndricas, na morsa.) Sabemos da importância da iso 9001, que estará, a todo momento em nosso projeto, que será apresentado a uma banca com várias empresas. O senhores, poderiam nos dar uma ajuda? Com apenas um feedback, ou uma certificação ilustrativa para podermos apresentar um trabalho 100%, e mostrar a importância da iso 9001. Desde já

    • Daniela Albuquerque disse:

      Prezado Alan,

      Ficamos muito honrados com o convite, mas somos uma empresa de consultoria e não certificadora. Para seu objetivo, peço que entre em contato com o Sr. Nélio Albano, da certificadora Apcer e tenho certeza que o ajudará.

      Conte sempre conosco.
      Atenciosamente, Daniela Albuquerque

  • VICTORIA MENEZES disse:

    Fabricantes de colchões são obrigados a ter o certificado ISO 9001:2008 ?
    Poderia por favor me indicar a lei/decreto que informa quais itens/materiais devem obrigatoriamente se certificar.

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Victória,

      A ISO 9001 é uma norma de implementação voluntária. Isso quer dizer que nenhuma empresa é obrigada a realizar a sua implementação por força legal. O que acontece é que no caso de algumas certificações compulsórias do Inmetro, as portarias são baseadas na ISO 9001, por ser uma norma aceita mundialmente.

      Em relação aos colchões de mola existe sim a necessidade de certificação do produto junto a esse órgão acreditador, mas não é a certificação da ISO 9001, ok?

      A relação completa dos produtos com certificação compulsória do Inmetro está disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/qualidade/rtepac/compulsorios.asp

      Espero poder tê-la ajudado. Atenciosamente, Daniela Albuquerque

  • Mayara disse:

    Bom dia, gostaria de saber qual item na Norma posso utilizar para repassar aos envolvidos sobre o preenchimento de formulários, onde não se deve deixar campos em brancos.

    • Igor Furniel disse:

      Mayara, não há um item da norma para isso. Neste caso você deve se pautar em procedimento interno. A dica que dou nestes casos é para reunir as pessoas e conscientiza-las, mostre as consequências do não preenchimento, faça com que cada um se coloque no lugar de quem precisa da informação completa. Pode funcionar!

  • Sandra Guerra disse:

    Bom dia!
    Há algum escritório de contabilidade que já possui ISO 9001 ou está em fase de implementação, para que eu possa fazer benchmarking ?
    Obrigada,
    Sandra Guerra

  • A Templum foi a primeira empresa de consultoria a acreditar que nano, micro e pequenas empresas pudessem obter as certificacoes ISO. E essa crenca que nos motiva a investir continuamente em tecnologia, metodologia e conhecimento.

  • Alyne Oliveira disse:

    Bom dia,
    tenho uma dúvida e não percebi uma carência de informação na internet sobre este assunto.
    Em agosto fomos certificados na ISO9001:2008. E 4 meses depois se iniciou um processo de incorporação entre nós e uma segunda empresa que é também certificada, porém com organismos certificadores distintos e escopos também distintos.
    Ao questionar profissionais da área de qualidade, percebi várias opiniões diferentes e nenhuma nos deu base para seguir.
    O fato é: sei que em uma mesma empresa, pode-se certificar processos separadamente, possuindo assim a mesma empresa, mais de um certificado. O que poderia ser adotado por nós para mantermos os certificados ja existentes. Mas como proceder se caso forem unificados os CNPJs? É possível que seja mudado apenas o CNPJ e mantido os certificados e prazos de validade, sem que tenhamos que passar por novas auditorias?
    Questionando o organismo certificador, eles não nos responderam se isso era possível, apenas nos ofereceram o serviço de uma auditoria de “transferência”. Porém não entendemos se é realmente necessário, ou se esta é uma questão comercial, pois é de interesse da certificadora que contratemos um serviço extra.
    Ambas as empresas acabaram de passar por auditoria anual, e devido à crise, queremos adotar o caminho mais viável financeiramente, mas que atenda à norma.

    • Olá Alyne, boa tarde.

      Lamento que seu organismo de certificador não tenha lhe proporcionado um retorno devido. A questão é mais simples do que parece, a resposta é SIM, é possível alterar o CNPJ e razão social e manter os mesmos certificados sem a necessidade de uma auditoria pois são dados cadastrais, porém o mesmo CNPJ ficaria com dois certificados, pelo menos até você optar por um dos organismos com unificação do escopo, em uma auditoria de manutenção por exemplo. No caso de você alterar qualquer um dos escopos, ai sim será necessário uma auditoria, pois não trata-se somente de dados cadastrais, mas sim do escopo de processos certificados.

      Espero que tenha ajudado 🙂

      Abs.
      Neifer
      QMS Certification Services

  • Ariadny Medeiros disse:

    Boa tarde.
    Minha empresa é certificada na ISO 9001:2008, porém queremos fazer a migração para a revisão 2015.
    Para treinar os auditores internos na nova revisão é necessário que o instrutor tenha alguma qualificação (como auditor interno ou auditor líder), ou apenas o conhecimento na nova revisão ?
    Atenciosamente.

    • José Rafael disse:

      Olá, Ariadny, boa tarde. A Norma não exige que o treinamento seja feito por uma pessoa qualificada. Porém, como boa prática, indicamos que essa pessoa tenha sim um treinamento comprovado, pois assim, podemos garantir o alinhamento das informações que seriam passadas em um curso para o pessoal interno. Uma pessoa com um curso comprovado tem mais propriedade para falar do assunto.

      Espero ter esclarecido a sua dúvida.

      Atenciosamente,
      José Rafael

  • Valeska disse:

    Olá! Eu preciso iniciar o processo para organização de um SGQ na minha empresa para buscar certificação (tenho 12 meses para concluir tudo), já posso adotar a última revisão 2015 para ISO 9000 ou tenho que me guiar pela 2008?

    • Igor Furniel disse:

      Recomendo que inicie a implementação da versão mais atualizada! Há inúmeras melhorias e benefícios na 2015, destaco o foco no contexto da organização, mapeamento de riscos e oportunidades, envolvimento da liderança, entre outros. Se quiser o contato de um especialista da Templum é só falar. Os preços e condições em Novembro estão excepcionais!

  • CECILIA disse:

    Olá, bom dia! Tenho uma dúvida em relação a implementação da ISO relacionada aos requisitos da norma. Segundo a norma em 06 requisitos a elaboração de procedimentos é obrigatória, e os demais ficam a critério da empresa, certo? Em relação a empresa do ramo de construção civil, qual são os requisitos necessários que devem ser implementados?

    Atenciosamente,

    Cecilia.

    • André Seixas disse:

      Muito bom dia Cecilia!

      Por obrigatoriedade, devem haver os 6 procedimentos padrão:
      – Pr. Controle de Documentos;
      – Pr. Controle de Registros;
      – Pr. Produto Não Conforme;
      – Pr. Ação Corretiva;
      – Pr. Ação Preventiva;
      – Pr. Auditoria interna.

      Afora esses procedimentos, não há outro que seja, por norma, obrigatório. Porém, a Norma ISO 9001:2008 exige que tenhamos um controle sobre todos os processos, e os procedimentos documentados são uma forma de evidenciar esse controle, além de uma forma de nortear os processos da empresa.

      Portanto, pela ISO 9001:2008, com relação à elaboração de procedimentos, mesmo sendo uma empresa de construção civil, são esses os obrigatórios.

      Porém, é muito importante que levante a necessidade de documentação por outras normas e leis aplicáveis ao setor, ok?

      Um grande abraço!

      • Cecilia S. disse:

        Prezado André, boa tarde!

        Você poderia me dar exemplos de processos em empresas da construção civil?

        Atenciosamente,

        Cecilia.

        • Rummerito Rocha disse:

          Controles de Materiais e Serviços são exemplos de processos Cecilias.

        • André Seixas disse:

          Cecília, alguns exemplos de processos em empresas de construção civil são:

          – Execução de alvenaria;
          – Concretagem;
          – Formas;
          – E demais procedimentos de execução de serviço!

          Para mais informações, consulte http://pbqp-h.cidades.gov.br/projetos_siac.php.

          Um grande abraço!

  • Jéssica Lima disse:

    Como eu verifico a eficácia de uma ação se eu preencho essa ficha diariamente? É sobre recepção de leite.

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Jéssica,

      Acredito que eu não tenha entendido muito o seu questionamento, mas na minha interpretação creio que confundiu a verificação de um processo com a análise de ação. Nesse caso, se existe uma “ação diária” de conferência na recepção do leite e alguns parâmetros estão fora do especificado, nesse caso você fará uma análise desses parâmetros não conformes e estabelecerá uma unica ação para eliminar esses parâmetros não conformes e então verificará se o resultado da sua ação foi eficaz e não o resultado da conferência, certo?!

      Caso eu não tenha respondido o seu questionamento, por favor nos avisar.

      Temos maior prazer em ajudá-los!

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Jéssica disse:

    Olá Igor, boa tarde.

    Foram feitos todos os testes necessários no equipamento durante o processo produtivo, ou seja, antes da entrega ao cliente. Porém ao chegar o equipamento no cliente o mesmo apresentou o problema.
    O problema que ocorreu segundo o fabricante trata-se de algo intermitente, ou seja, não tem hora nem local para acontecer.

    Obrigada pela atenção e aguardo um retorno.

    • Igor Furniel disse:

      Neste caso uma medida extra de segurança é instalar e testar o equipamento no local, com o cliente, o que pode ser bem sucedido e mesmo assim depois de um tempo o problema aparecer. Neste caso é manter os registros e verificar a frequência destes problemas, se forem os mesmos a investigação de causa raiz precisa ser mais profunda e detalhada. Uma das questões que precisam ser observadas é a embalagem para o transporte, certifique-se que é adequada.