O programa 5S e a ISO 9001:2015

A ISO 9001:2015 não é um sistema de gestão exclusivista. Em muitos momentos, a utilização de outras ferramentas gerenciais é uma necessidade na sua implementação. Por exemplo, ao definir o contexto da organização é comum os RDs utilizarem a matriz SWOT, com a intenção de identificar as ameaças e oportunidades no ambiente externo e os pontos fortes e fracos internamente. Uma outra ferramenta extraordinária para facilitar na implementação da ISO 9001:2015 é o programa 5S.

O ambiente de trabalho.

Na ISO 9001:2015 o ambiente de trabalho sofreu uma alteração importante, a começar pelo nome modificado para “o ambiente para operação de processos”. Agora, ao tratar deste requisito, o RD deve determinar e providenciar formas de manter o ambiente nas condições adequadas.

Outro ponto importante desta mudança é a noção de conjunto de condições contido no “ambiente para operação de processos”. O conjunto de condições, diz respeito a todos os fatores, como temperatura, iluminação, organização do espaço físico e entre outros, nos quais interferem, direta ou indiretamente, nos processos da organização.

Uma tarefa fundamental é identificar o conjunto de condições do ambiente. Para isto, os gestores devem possuir o conhecimento real dos processos e dos recursos necessários para o funcionamento da empresa. Por exemplo, num processo de digitação diária, um computador é um recurso necessário.  Ao analisar o processo mais o recurso é possível determinar quais são os conjunto de condições deste determinado processo.

No processo de digitação, a iluminação é um dos exemplos das condições do ambiente desta atividade, porém existem outros fatores que também podem interferir diretamente no desempenho desta rotina.

Logo, com a identificação das condições, feita inicialmente, é possível determinar o impacto daquele fator em determinado processo.

Um erro comum é afirmar que um ambiente não adequado afeta somente os fatores físicos da instituição. Fatores psicológicos, como stress, também são ocasionados em um ambiente fora das condições adequadas.

Me permita utilizar o meu exemplo. Semanalmente, eu elaboro novos textos para o blog Certificação ISO, com isso temos um processo que chamaremos de “elaboração de posts para o blog”. Nesta atividade, essencialmente, os recursos necessários são um computador com acesso à internet, uma mesa, uma cadeira (existem outros, mas vamos considerar estes). Logo, os aspectos ergonômicos são uma das condições que poderão afetar diretamente o desempenho do processo.

Se a minha cadeira não for ajustável a minha postura, em breve desenvolverei problemas com a minha coluna, prejudicando assim o meu desenvolvimento neste processo.

Estou utilizando um exemplo do meu dia a dia, mas, contudo, vale destacar que cada tipo de empresa possui o seus próprios processos, recursos e os conjuntos de condições, nos quais formam “o ambiente para a operação de processos”.

Como foi apresentado anteriormente, um dos desafios propostos neste novo requisito da ISO 9001:2015 é manter o ambiente em condições adequadas, de modo que os processos de sua organização não sofram maiores prejuízos.

Neste momento que entra o programa 5S!

Como sabemos, o 5S é um programa de Gestão da Qualidade focado no aperfeiçoamento de aspectos como organização, limpeza e padronização do ambiente. Sendo assim, um meio para atender a etapa relacionada ao “ambiente para a operação de processos”, da ISO 9001:2015, pode ser a aplicação da metodologia 5S.

O programa possui cinco sensos, nos quais são: senso de utilização (Seiri); senso de organização (Seiton); senso de limpeza (Seiso); senso de padronização (Seiktsu); senso de disciplina (Seitsuke).

Algo curioso sobre os cinco sensos é o fato de um ser consequência do outro, ou seja, só consegue buscar atender o senso de organização, após verificar o senso de utilização e assim por diante.

Pensando na utilização do programa 5S como uma ferramenta de apoio no cumprimento dos requisitos da ISO 9001:2015, a metodologia pode atuar como um norte na mudança do “ambiente para a operação de processos”, uma vez que o principal benefício da metodologia é proporcionar uma mudança na cultura organizacional de uma empresa.

Eliminar materiais obsoletos, executar, constantemente, a limpeza do local de trabalho e manter a ordem implantada são alguns exemplos de elementos culturais gerados através do programa 5S.

Resumindo, com a aplicação do 5S, o resultado esperado é criar um senso de disciplina (Seitsuke), com o propósito de todos os colaboradores buscarem constantemente formas e meios de manter o “ambiente para operação dos processos” sempre em perfeitas condições de uso.

Independente da sua empresa, um ambiente de trabalho adequado potencializa os resultados de curto e longo prazo. Por isso, a utilização do 5S na implementação da ISO 9001:2015 possibilita a melhoria contínua.

ISO 9001:2015 e 5S, como um complementa o outro?

Imagine que ao iniciar a implementação da ISO 9001:2015, em algum momento do processo você identifique uma não conformidade em algum elemento relacionado ao ambiente de trabalho. Logo, a metodologia 5S pode proporcionar uma ação real para eliminar ou diminuir esta contrariedade.

Quer saber mais? Nós, da Templum Consultoria Ilimitada, estamos à disposição para esclarecer todas as suas dúvidas.

Guilherme Alonço

Guilherme Alonço

Conteudista da Templum Consultoria Ilimitada e apaixonado por assuntos e notícias que englobam o mundo dos negócios. Formado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Unitoledo e Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Guilherme Alonço

Últimos posts por Guilherme Alonço (exibir todos)

2 respostas
  1. Mayara Soares says:

    Olá Guilherme!
    Recentemente, nossa área (Qualidade) foi incumbida de implantar a metodologia dos 5s nos escritórios. Ainda estamos nesse processo de implantação, está funcionando muito bem. Lendo seu post tive várias ideias para associar o 5s a implantação da versão 2015 da norma. Estávamos tratando as duas coisas de formas distintas, no entanto, agora vejo que elas são, na verdade, complementares. Inclusive, acredito que a demanda do 5s surgiu justamente após a certificação na 9k e 14k quando fortalecemos essa cultura de processo na empresa.

    Responder
    • Guilherme Alonço
      Guilherme Alonço says:

      Olá Mayara Soares, tudo bem?

      Que fantástico o seu depoimento!

      Fico muito feliz em poder ter ajudado. Com certeza, o 5S juntamente com outras ferramentas da qualidade se complementam dentro de um Sistema de Gestão da Qualidade.

      Acompanhe nosso Blog, temos novidades semanalmente.

      Atenciosamente,
      Guilherme Alonço
      Consultoria Templum Ilimitada.

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *