Skip to main content
Tempo de Leitura: 1 minuto

O objetivo do Programa 5S é gerar um planejamento classificatório que visa ordem, limpeza, melhor produtividade, segurança, organização e motivação dos colaboradores e, consequentemente, contribuir como recurso estratégico de competitividade organizacional. O programa busca, entre outros, solucionar problemas que envolvem higiene e limpeza no ambiente de trabalho, e sua incorporação no dia-a-dia dos colaboradores resulta na melhoria do espaço físico através da organização e uma comunicação mais eficaz entre os departamentos.

Após sua implementação, o comportamento dos colaboradores muda no aspecto da disposição psicológica em compor uma equipe. Isso é comprovado pelos resultados positivos que podem ser obtidos em relação aos itens: qualidade, ambiente comunicativo de trabalho, união, comprometimento e facilidade de adaptação para novas perspectivas de trabalho.

Quais os benefícios de um Programa 5S?

  • Promove o bem-estar do ser humano;
  • Melhora a qualidade de bens e serviços (pode ser evidenciado por índices de reclamação);
  • Melhora o ambiente de trabalho (pode ser evidenciado através de pesquisa de clima);
  • Melhora a imagem da organização (pode ser evidenciada através de pesquisas de satisfação);
  • Previne acidentes e quebras (pode ser evidenciado através de índices de acidentes e paradas de equipamentos para manutenção corretiva);
  • Reduz custos;
  • Elimina o retrabalho;
  • Aumenta a produtividade (pode ser evidenciado pelos indicadores de produtividade e índice de refugo/perdas);
  • Incentiva a criatividade (pode ser evidenciado através de ações preventivas e programas de ideias e sugestões de melhoria);
  • Serve de base para outros sistemas;
  • Muda comportamentos (pode ser evidenciado através de índices de absenteísmo, rotatividade e acidentes).

Dicas para uma implementação mais eficaz

  • Auditorias periódicas (mensal, trimestral, semestral e anual);
  • Premiação por desempenho;
  • Plano de metas;
  • Registro fotográfico (antes e depois);
  • Apresentação dos indicadores de não conformidades nas auditorias realizadas;
  • Palestras e treinamentos;
  • Reunião com as lideranças.

Quer ficar por dentro das novidades e dicas? Acompanhe o blog da Templum Consultoria!

  • Andréa Souza disse:

    Boa Tarde a Todos,
    Meu nome é Andréa, atualmente fui contratada por uma Empresa de Medio Porte par implementação da ISO 9001-2008 sendo que eu já passei por diversas auditorias em Empresas mas, nunca trabalhei de forma direta na implementação. Estou gostando muito do desafio e fui recebida por todos com expectativa de mudanças mas, a minha maioir dficuldade es´ta sendo quanto a parte documentária e de treinamentos, estou em dúvida de como iniciar a organizar os documentos e começar os treinamentos. Os processos de cada setro já alinhei com base o dia a dia de cada um.
    Desde já agradeço pela atenção.

    • Daniela Albuquerque disse:

      Olá Andréa,

      Seja bem vinda ao mundo da qualidade. Em relação ao seu comentário, antes de respondê-lo, gostaria de saber se existe um motivo específico para a implementação da versão 2008 da norma, em detrimento da versão 2015, uma vez que essa atualização tem uma visão muito mais moderna sobre a documentação da sua empresa e por isso, a resposta para sua pergunta é diferente em cada versão da norma.

      Fico no aguardo do seu retorno. Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque

  • Paulo Henrique disse:

    Tenho uma dúvida.
    No item 6.4 em ambiente de trabalho o auditor ou nós mesmo devemos verificar treinamentos por exemplo como “PPRPS” em uma estamparia? Atas da CIPA se a empresa esta dando suporte, se tem o PPRA atrasado?

    Posso dar uma não conformidade neste item caso esses documentos ou situações não estejam adequados? como posso auditar esse requisito?

    Ainda estou em um nível de auditor interno =)

    desde já obrigado e parabéns, venho ao portal de vocês ao menos 2 vezes no dia.

    • Jonathan Reis disse:

      Olá, Paulo.

      No item 6.4 está descrito: “A organização deve determinar e gerenciar o ambiente de trabalho necessário para alcançar a conformidade com os requisitos do produto”.

      Em notas são salientados fatores físicos, ambientais e outros como ruído, temperatura, umidade, iluminação e condições meteorológicas.

      Se no seu caso isso interfere na conformidade de seu serviço ou produto, lembrando que os colaboradores também influem nesta conformidade, você deve garantir que todos esses fatores estão controlados, seja pelo PPRA, CIPA ou qualquer outro fator que achar pertinente.

      Como supracitado entendo que afeta a conformidade do produto serviço e consequentemente o cliente, pode sim abrir uma ação corretiva. Caso não afete o cliente, mas compromete o andamento dos processos, abre-se uma preventiva.

      Espero ter ajudado.

      Obrigado pelos elogios!

      Atenciosamente,

      Jonathan Reis

  • silvia disse:

    Boa tarde
    Vc saberia me informar quais treinamentos apropriados em construção civil relacionados a qualidade?

    • Olá Silvia,

      Seja bem vinda em nosso blog!

      Recomendamos que realize os treinamentos relacionados ao PBQP-H (Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat), que é a norma de qualidade voltada para a Construção Civil. Veja em nosso site alguns cursos disponíveis nessa área: http://cursos.templum.com.br/

      Fique atenta à nossa programação, pois todos os nossos cursos são online e ao vivo e gratuitos para todos os participantes.

      Aproveite essa oportunidade para realizar a maior quantidade de cursos possíveis.

      Atenciosamente,
      Daniela Albuquerque